A vibração energética e a “atração” dos outros

Costuma-se dizer que atraímos aqueles que têm o mesmo padrão de vibração energética que temos, mas será que é realmente assim?

A vibração energética e o interrelacionamento ou interdependência

Pára por um instante e observa as pessoas que estão na tua vida…

Todas têm o mesmo padrão, vibração energética que tu? Será que todas são iguais a ti?

Se fazes atendimento profissional ou voluntário, as pessoas que tratas são todas iguais a ti? Ou têm os mesmos padrões ou problemas que tu?

Umas sim e muitas, mas mesmo muitas não. E quanto mais pessoas conheces, mais observas que menos têm o teu padrão. Mas porque existe então um dizer comum que “atraímos aqueles que têm o mesmo padrão energético que nós”?

Na verdade o que existe é um interrelacionamento. Ou seja a nossa relação com os outros leva à transformação da sua vida, da nossa vida e da vida da comunidade à qual pertencemos. Este interrelacionamento não poderá ser feito em exclusivo a pessoas que tenham sempre a mesma vibração energética, caso contrário, não existirá evolução em qualquer um dos intervenientes. É por isso mesmo que temos uma vivência alargada, por vezes dolorosa, por vezes muito satisfatória com as pessoas.

No caso terapêutico existem várias situações interessantíssimas. De facto umas vêm com as mesmas questões que nós, o que é excelente pois ajudam-nos a crescer (e novamente vem a lição da interdependência e de que precisamos uns dos outros), mas muitos nada têm a ver com a nossa “vibração”, com as nossas questões, elas são pessoas que necessitam do nosso cuidado técnico e é isso mesmo que devemos ser capazes de fazer.

Então, esta questão da vibração e de quem atraíamos ou deixamos de atrair, não é tão linear quanto se quer crer. Muito menos o poderemos dizer a alguém no contexto terapêutico. Ou seja, se alguém estiver com dificuldades de relacionamento e dissermos que a pessoa só está a atrair o que ela é… muito sinceramente estamos a criar um péssimo karma para nós mesmos, isto porque estamos a mandar abaixo a autoestima, autoconsideração da pessoa abaixo. Na verdade, o que se passa é que ela está num momento de aprendizagem. Se ela tem estado a ter um passado de violência doméstica, por favor, não digam que apenas atrai a vibração energética que tem.

Para fazermos um trabalho de cuidar do outro, temos que saber um pouco mais além do que aquilo que apenas sentimos, o que até muitas vezes nos induz em erro. Em primeiro lugar, temos que perceber de humanidade e é isso que nos traz o esforço dedicado da prática dos cinco princípios.

Todos vivemos para um propósito, cada um com o seu caminho, todos com muitas experiências que valem a pena serem partilhadas. Ninguém é melhor que ninguém.

3 thoughts on “A vibração energética e a “atração” dos outros”

  1. Mestre, belíssima explicação. Sempre pensei nisso: pq sou de uma forma e atraio tanto pessoas diferentes. Gratidão

  2. Namastê a todos que lerem o que aqui escrevo, gostei e acho que sim tem tudo uma razão de ser e sem dúvida estamos em modo de aprendizagem constante muitas x sem darmos conta.
    Mta luz p TDS.

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.