Reiki e Massagem – como integrar duas terapias, validamente

Cada vez mais se está a aliar Reiki e Massagem ao nível profissional. Será uma integração errada? Poderá levar a preconceitos ou assunções erradas por parte de cada um dos praticantes nas distintas modalidades?

Reiki e Massagem – como terapias complementares, integradas

A aplicação de Reiki e Massagem, acontece muitas vezes de forma inconsciente, porque há sempre um pressuposto energético por detrás de uma aplicação quer por parte de massagista ou fisioterapeuta. Isto acontece porque há uma necessidade energética por parte da pessoa, receptividade à mesma, assim como da parte do massagista ou fisioterapeuta, há sempre uma ligação energética que muitas vezes leva esse praticante à exaustão.

As desvantagens de associar ambas as terapias

Quer uma, quer a outra terapia, têm ainda conotações difíceis de “limpar”, pelo mau uso que dão à sua aplicação. Quer por parte de maus profissionais eticamente, quer por maus profissionais sem competência, quer até pela aplicação errada ou denominação errada. A massagem ainda poderá ser vista com desconfiança quando alguém requisita um serviço domiciliário, assim como Reiki pode ser muito estranho quando misturado com crenças, ou até mesmo com pedidos para a pessoa se despir.

Como vês, não é muito fácil associar estas duas terapias, quando ambas poderão dar azo a más interpretações.

Muitos mestres de Reiki evitam, sabiamente, o ensino de três técnicas manipulativas – Ushite, Oshite e Nadete. Isto mesmo porque para aplicar tais técnicas é necessário conhecer o seu impacto no corpo humano e aplicar técnicas de toque, de manipulação física, pode desviar a prática de Reiki do seu verdadeiro propósito, em Portugal, quando ainda não conseguimos sequer credibilizar o que tem vindo a ser feito.

Juntar Reiki e Massagem num contexto desconhecido, descontextualizado, para o utente, poderá levar inclusive a acusações de má prática.

As vantagens de associar Reiki e Massagem

Por outro lado, existem muitas vantagens de associar Reiki e massagem num contexto terapêutico:

  • São terapias muito fáceis de se integrarem;
  • Reiki poderá auxiliar a desbloquear contraturas mais difíceis;
  • Promover o equilíbrio emocional e mental;
  • Reiki poderá auxiliar na ligação

Os benefícios de Reiki para um massagista ou fisioterapeuta

Se és massagista ou fisioterapeuta e já te sentiste exausto depois de uma sessão, então há alguns princípios sobre energia que Reiki poderá auxiliar-te. Eles são:

  • Existem sempre interacções energéticas entre pessoas, principalmente no cuidado físico e há que saber lidar com elas;
  • Reiki tem técnicas que poderão auxiliar-te a desbloquear algumas tensões causadas por acúmulo ou estagnação de energia;
  • Outras técnicas, como o enraizamento, banho seco e chuva de Reiki poderão auxiliar-te a lidar melhor com o acúmulo energético que possas ter;
  • Mais ainda, Reiki poderá auxiliar-te a potenciar a tua própria harmonia e equilíbrio interiores.

Se és massagista ou fisioterapeuta, podes aprender Reiki até só mesmo com a intenção de aplicar em ti e resolver as situações mais complicadas com os teus utentes. No entanto, vamos ver como o poderias também fazer de forma profissional.

Como associar Reiki e Massagem como terapias integradas

Acima de tudo, revê muito bem o código deontológico sobre a Terapia Reiki e as suas normas associadas. Tem em atenção que se tratam de duas terapias muito distintas entre si, apesar de poderem ser aplicadas de forma continua, ou seja, sem interrupção de uma terapia para a outra. Por isso mesmo, aplica os seguintes conceitos, caso pretendas fazer Reiki e Massagem ao teu utente:

  1. Explica a tua intenção e porque razão pretendes juntar as duas terapias;
  2. Explica claramente o que é Reiki e o que é a massagem, qual o papel de cada um dos métodos na pessoa e no seu problema;
  3. Indica à pessoa que na prática de Reiki nunca se deve despir, por isso mesmo, caso apliques a massagem primeiro e depois Reiki, pergunta à pessoa se esta se quer vestir. Pode parecer um contra senso para um objectivo de relaxamento, mas acredita que estás a ter uma atitude verdadeiramente profissional e que irão agradecer-te de alguma forma por isso;
  4. Tenta compreender o que irás aplicar primeiro e aconselha-te com a pessoa, principalmente pede a sua permissão. Esta permissão é importante, porque se fores a um dentista, não estás à espera que ele te faça uma consulta de ginecologia.

Quando temos uma atitude profissional, séria, perante o nosso utente, a nossa opinião e sugestão será ainda mais tida em conta. Por isso mesmo, ao quereres aplicar terapias integradas demonstra ainda mais o teu saber e responsabilidade, tendo em conta o plano terapêutico com a pessoa.

 

Reiki e Massagem

Reiki e Massagem são duas terapias que podem ser integradas, sem dúvida alguma, para benefício não só do utente, mas também dos próprios praticantes. Como reforço de recomendação fica a clareza obrigatória, necessária em distinguir os dois métodos terapêuticos, a concordância e aquiescência do utente. Explicar também que na prática de Reiki deve estar vestida.

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.