Todos já passamos por situações que preferíamos não termos passado, desde a nossa infância até ao momento presente. Por vezes, essas situações tornam-se tão pesadas para nós, que se transformam em traumas. Uns são conscientes, outros não. Sabemos que não podemos voltar atrás no tempo, mas para os praticantes de nível 2 de Reiki podemos trabalhar estas situações com uma técnica especial – o Enkaku Chiryo, o envio de Reiki à distância.

Reiki e as situações passadas

O tempo fica alojado na nossa memória e as situações são por vezes tão vívidas que parece terem acontecido apenas minutos ou horas atrás. Outras situações, apenas são uma espécie de fotografia esfumada ou apenas uma sensação que temos.

Com o Enkaku Chiryo, a técnica de envio de Reiki à distância, podemos trabalhar o aspecto energético das situações, ou seja, não estamos a voltar atrás no tempo, mas estamos sim a proporcionar uma cura, um momento terapêutico para nós e para todos os envolvidos, através da energia. Ao fazeres este trabalho de tratamento das tuas situações, estarás a trazer um processo de aceitação, apaziguamento a ti mesmo. Em relação aos outros, sabendo que até os pensamentos são formas de energia, se estiveres bem perante uma situação, então os pensamentos que geras serão positivos e benéficos para todos.

Tratar com energia as situações

Visualiza a tua situação a ser tratada, mesmo que não tenhas a noção clara da situação, terás com toda a certeza uma espécie de impressão, assim sendo, enviarás Reiki para essa impressão. Aqui fica uma forma simples de o fazeres:

  • Liga-te à energia;
  • Esvazia a mente e recita os cinco princípios;
  • Tem em mente o desapego necessário à situação;
  • Coloca a tua intenção para que seja para o bem supremo de todos;
  • Desenha ou visualiza o terceiro, segundo e primeiro símbolo;
  • Inicia o envio da energia para a situação que queres tratar;
  • Quando quiseres terminar, volta a desenhar o terceiro, segundo e primeiro símbolo;
  • Agradece.

O exercício de tratar o passado pode ser muito benéfico. Não sabemos realmente se será algo de “real”, mas que traz efeitos benéficos, traz.