Tratamentos de Reiki

Porque é mais fácil tratar os outros com Reiki do que fazer autotratamento

Em certos momentos da nossa prática de Reiki podemos sentir que é mais fácil tratamos os outros do que nós mesmos. Este sentir é algo que merece a nossa reflexão.

Tratar os outros com Reiki e fazer autotratamento – qual a diferença?

Ao tratar dos outros, estamos a cumprir algo inato em nós, uma bondade natural que reside no nosso coração e que sente que deve ser realizada, para o bem de todos. Cuidar dos outros, quer em voluntariado ou profissionalmente, com Reiki, será sempre um acto que requer amor incondicional e um entendimento profundo da nossa missão e dos cinco princípios. Quando nos movemos do nosso centro para outro centro que é a pessoa que nos procura, tudo parece mais simples, mais motivante e traz-nos grande alegria interior. Tudo parece fazer sentido e até a nossa percepção com a energia aumenta.

O autotratamento pode, por um lado, parecer-nos mais difícil e até desmotivante, deixando nós de sentir a energia. Ou parecer que tudo está bem em nós. Isto pode acontecer porque, por um lado, podemos estar ansiosos, de mente ocupada, ou podemos não “querer” chegar ao nosso fundo, à razão e origem dos nossos problemas. Colocamos as mãos no chakra cardíaco e nada acontece, tudo parece estar bem, mas depois temos ansiedade. Então, nada está bem, em verdade. Este tipo de situações é natural porque a prática é profunda, requer entrega e nem sempre estamos habituados a saber cuidar de nós, mas sim dos outros.

É aqui que precisas fazer o teu momento de viragem.

Em primeiro lugar, há que saber cuidar de nós mesmos, o maior acto de bondade para connosco, será também um maior acto de bondade para com os outros. Desta forma poderemos realmente cumprir o amor incondicional e não dar, achando que nada estamos à espera de receber e vir a ficar frustrado quando não temos sequer um obrigado.

É por isso mesmo que Reiki é em primeiro lugar para nós, para o nosso desenvolvimento pessoal. Tudo requer prática, até mesmo o saber cuidar de nós mesmos.

O que fazer para desenvolver mais o autotratamento

  1. Lembra-te que em primeiro lugar deves cuidar de ti mesmo;
  2. Adiciona um momento de meditação antes do autotratamento, quer seja com o Joshin Kokyu Ho, com os cinco princípios ou os poemas do imperador Meiji;
  3. Dedica-te a desenvolver o byosen;
  4. Trabalha chakra a chakra e tenta perceber como cada um deles está;
  5. Aplica o autotratamento intenção, para as questões que tens.

Sou Designer, Mestre, Terapeuta de Reiki, Presidente da Associação Portuguesa de Reiki e fundador da Ser - Cooperativa de Solidariedade Social Autor dos livros «Reiki Guia para uma Vida Feliz», «O Grande Livro do Reiki», «Reiki Usui», entre muitos outros. Fundador da revista "Budismo, uma resposta ao sofrimento". Acima de tudo quero partilhar contigo o porquê de Reiki ser a «Arte Secreta de Convidar a Felicidade».

Um comentário

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.