Ser uma vítima de bullying pode acontecer em qualquer altura da nossa vida e em qualquer aspecto da mesma, quer seja em casa, no trabalho ou mesmo entre “amigos”. Qualquer pessoa pode ter uma outra perspectiva sobre o que lhe está a acontecer e trabalhar esse aspecto com a sua própria energia ou até com Reiki.

Todas as acções ou palavras realizadas por outra pessoa, são externas a nós mesmos. Nada têm a ver connosco a não ser que as liguemos a nós e, a partir daí, estejamos numa espécie de diálogo energético. Esse diálogo pode resultar em ultrapassagem da situação, ou sofrimento. Tudo começa a partir do momento em que nos ligamos ao que está a ser feito ou dito.

Como lidar com o bullying centrado nos chakras

Os nossos chakras são receptores e emissores de energia e, também no caso do bullying, precisam ser tidos em consideração. Quando alguém está a gozar, humilhar ou inferiorizar, em que parte do teu corpo sentes essa acção?

Essa parte do corpo corresponde aos chakras. De cima para baixo, temos Coroa, Terceira Visão, Laríngeo; Cardíaco; Plexo Solar; Esplénico e Raiz. Do cardíaco para baixo, trabalhamos mais as emoções e as nossas situações vivenciais.

autotratamento por cores

Muito possivelmente poderás sentir maior fragilidade no chakra cardíaco ou no plexo solar. É esse então o teu ponto fraco e aquele que deverás começar a trabalhar. Tenta compreender de que forma a situação te afecta e porque razão te deixas afectar. Lembra-te sempre que se “estiveres em ti”, nada de exterior te poderá afectar, ou seja, se tiveres plena confiança em ti, se estiveres pleno de energia vital, consegues compreender que o que te dizem não faz sentido, ou que até poderá ser uma lição para te melhorares.

Depois de compreenderes onde está a tua fragilidade, precisas também conhecer o teu centro de gravidade. Esse é chamado de Seika Tanden, ou tanden, ou hara. Encontra-se localizado mais ou menos dois dedos abaixo do umbigo, como o chakra esplénico. Se queres ter força e equilíbrio, então precisas de te centrar neste chakra. Ele também te irá ajudar a enraizar. Uma das formas de o fazeres é imaginar que estás sentado bem no seu centro e levares a tua respiração até ao abdómen, exactamente como se faz nas artes marciais. Assim, não ficarás tão apegado ao teu ponto fraco mas ficarás seguro no teu ponto forte.

Se és praticante de Reiki, realiza o autotratamento e trabalha muito os cinco princípios. Desenvolveres bondade para contigo, aumenta a auto-estima.