Reiki é dar e receber

Para dar e receber é também preciso ter predisposição. O Usui Reiki Ryoho desperta em nós um sentido de dar, isto porque a prática requer uma mente vazia e um coração predisposto, ou seja, uma entrega, desapego e uma vontade de que algo de bom esteja disponível através de nós. Assim, o praticante de Reiki começa a despertar o seu coração e pode surgir nele uma grande vontade de dar, de partilhar Reiki com os outros. É por isso que a partir do segundo nível de Reiki, muitos praticantes tornam-se voluntários em terapia Reiki.

Até aqui, tudo está excelente.

Reiki é dar e receber

Por outro lado, o praticante de Reiki precisa também de receber. Em primeiro lugar de si mesmo, através do autotratamento e depois receber dos outros. Alguns sentem-se incapazes de fazer Reiki a si mesmos, ou por falta de paciência, falta de resultados, falta de vontade,… Mas querem dar Reiki a outros e ao fazê-lo já sentem a energia fluir e os seus efeitos.

Isto deve ser um estímulo para retomar o seu próprio autocuidado, pois o autotratamento auxilia-os a compreenderem-se melhor, a conhecer as suas próprias limitações e a desenvolverem a percepção interior.

O próprio praticante de Reiki precisa também de receber. Poderá ser dos seus colegas, através das partilhas ou através de um terapeuta. O receber Reiki de alguém ajuda também a compreender com outras perspectivas as próprias situações que cada um tem. Quando nos tratamos sentimos uma coisa, quando outra pessoa nos trata, sentimos outra, isto porque cada um tem a sua própria forma de trabalhar a energia e a intenção também poderá fazer toda a sua diferença. É por isso mesmo que é importante saber receber, em primeiro lugar de nós mesmos, que indica sermos capazes de cuidar de nós e depois dos outros.

Os próprios princípios de Reiki ensinam-nos a importância de saber dar e receber. O confiar, o trabalhar honestamente, a gratidão, a bondade e toda a calma que precisamos ter para saber avaliar a nossa vida.

Assim se completa o ciclo de dar e receber que trará harmonia e equilíbrio ao praticante de Reiki. Dar Reiki é extraordinário, é um acto de humanidade. Receber Reiki é uma bênção e um acto de gratidão e bondade para connosco.

Categorias de Artigos
Recebe a newsletter

Newsletter

Comments
All comments.
Comments

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

  1. Filomena Maria Caetano docente

    Bem haja João Magalhães pela tua informação e tão importante,para mim muito.
    Na verdade,quando se dá algo incondicionalmente, com entrega e compaixão não se espera nada em troca.Mas isso é inevitável, porque se tende para o equilíbrio.
    O equilíbrio tão procurado e tão desejado a todos os níveis pelo ser humano com o propósito de ser feliz
    Porém, ainda se tem muito que “caminhar” interiormente, e extrapolar a teoria para a repetiva ação.
    Estamos no caminho,uns mais perto da meta ,outros mais longe da meta…já é bom
    Obrigado João.
    Filomena Maria Caetano