Tratamentos de Reiki

Pode fazer-se Reiki em ossos partidos

Se conheces alguém que partiu uma perna, braço, ou outros ossos partidos, aplica Reiki. A aplicação de Reiki em ossos partidos auxilia à maior rapidez do processo de cura.

Reiki em ossos partidos

Se estiveres a acompanhar uma pessoa que acabou no momento de partir um osso ou se viste alguém num acidente imediato, em primeiro lugar tem que se chamar os serviços médicos. Depois, podes enviar ou fazer Reiki à pessoa. Não coloques as mãos em cima do local ou perto, para que não haja mais alguma infecção ou para até o calor do Reiki não provocar dor na pessoa, pois poderá acontecer.

Não te preocupes porque o osso não vai colar no momento, nem os vasos vão fechar, tudo isso demora muito mais tempo, devido ao traumatismo sofrido. No entanto, Reiki irá auxiliar a aliviar a dor da pessoa, a diminuir a inflamação, o traumatismo, os hematomas e mesmo a ajudar o trauma emocional.

Ao fazeres Reiki em ossos partidos mesmo já tendo passado algum tempo, verifica sempre que a energia flui pela pessoa e não fica bloqueada em lado algum. Por exemplo, se estás a tratar da perna, verifica que a energia flui e sai pelo pé. Esta técnica irá ajudar a sarar mais rapidamente pois há uma reciclagem de energia. Caso seja no braço ou mão, verifica que a energia também sai pela mão e pela ponta dos dedos. Ao fazeres esta aplicação de energia assim, não só Reiki flui por todo o corpo, mas também ajuda a desbloquear qualquer tipo de bloqueio e parte inflamada.

Designer, Mestre, Terapeuta de Reiki, Presidente da Associação Portuguesa de Reiki e fundador da Ser - Cooperativa de Solidariedade Social. Autor dos livros «Reiki Guia para uma Vida Feliz», «O Grande Livro do Reiki», «Reiki Usui», entre muitos outros. Fundador da revista "Budismo, uma resposta ao sofrimento". Acima de tudo quero partilhar contigo o porquê de Reiki ser a «Arte Secreta de Convidar a Felicidade».

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.