A influência do Terapeuta de Reiki na pessoa

O papel de Terapeuta de Reiki está muito além da só colocação das mãos e partilha de energia. Por muito que se queira ter apenas essa atitude, o próprio receptor procurará mais. Então a questão que surge é, dentro do trabalho do Terapeuta de Reiki quais são os seus limites?

O âmbito do Terapeuta de Reiki

Precisamos ter sempre em mente que Reiki é uma terapia complementar, que a maior parte dos praticantes e terapeutas de Reiki não tem formação numa área de saúde, mas que acabam por intervir na saúde da pessoa num âmbito holístico. Isto significa que a sua intervenção pode ter um impacto nos vários campos da pessoa – físico, mental, emocional e espiritual.transferir

Assim sendo, há que ter uma consciência muito clara sobre o que se possa dizer numa consulta de Reiki pois tal poderá ter um grande impacto na pessoa. Podemos ver alguns exemplos, como o processo terapêutico, a aprendizagem e a postura perante a vida.

Processo terapêutico

Sendo Reiki uma terapia complementar, devemos observar o respeito por todas as outras terapias e medicinas. Nunca isolar a pessoa apenas nos tratamentos de Reiki mas até promover outras acções que poderão auxiliar no seu processo de cura. Principalmente reforçar que nunca deve deixar de tomar medicação ou de consultar o médico na especialidade. Se a pessoa apresenta algum caso que seja alarmante e não esteja a ser consultado por um médico, devemos também recomendar esse passo. Se a pessoa estiver a fazer outras terapias ou medicinas complementares, é muito recomendado que os terapeutas falem entre si. Não só dignifica o trabalho de cada como também ajuda a pessoa em todo o seu processo. A razão é que uma terapia pode estar a querer estimular e outra pode querer estar a tranquilizar. Se ambas caminharem no mesmo sentido, tudo fará mais sentido para a pessoa.

Aprendizagem

Por vezes o terapeuta até recomenda à pessoa que aprenda Reiki, para seu autocuidado ou até que continue a sua aprendizagem. Sendo o seu paciente também um praticante de Reiki, o terapeuta não se deve esquecer que o Mestre dessa pessoa pode está-la também a ajudar e poderá estar também a traçar um percurso terapêutico com ele. Neste caso, ambos devem comunicar pois o terapeuta poderá influenciar o paciente a fazer algo como avançar ou parar no percurso do Reiki sem compreender todos os lados do processo. Para as pessoas que não são praticantes, não quer dizer que todos tenham que aprender Reiki, mas este será um processo benéfico se encontrarem sentido na filosofia de vida e prática terapêutica.

Postura perante a vida

Em muitas ocasiões o Terapeuta de Reiki irá auxiliar a pessoa a ter uma outra perspectiva perante a vida. Isto acontece de uma forma muito natural quando levamos a reflexão de uma questão à luz dos cinco princípios. É por isso mesmo que o percurso terapêutico, no campo holístico, tenta auxiliar a pessoa a ter um reforço em si mesma e uma mudança nos hábitos que a levaram à sua doença e desarmonia.

O papel de um Terapeuta de Reiki é muito importante e pode ser influenciador positivamente na pessoa, apenas precisamos ter sempre em mente que é uma terapia complementar, que não devemos ir além dos nossos saberes, responsabilidades e que deve existir uma comunicação entre todos para que o processo de cura da pessoa seja mais eficiente e integrado.

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.