O Tao do Reiki

Descobrir, Desenvolver e Crescer com Reiki

Aprender Reiki estando com doença oncológica

Quando estamos doentes, quer seja com doença oncológica ou com uma constipação, muito em nós se altera. As doenças podem ter uma intensidade, um efeito diferente mas todas representam uma condição de desarmonia, numa perspectiva holística e energética. A disposição de estar, o humor, a capacidade de pensar, de lidar com as situações e, por vezes, até a própria predisposição para nos tratarmos.

Quando aprendemos Reiki, fazêmo-lo para a nossa harmonia e bem estar. Mesmo que estejamos doentes, em desarmonia, podemos aprender Reiki.

Aprender Reiki quando se está doente

Muitas vezes surge a dúvida se uma pessoa com doença oncológica deve, pode, aprender Reiki ou não. Pode sim. Da parte do Mestre há que averiguar a situação da desidratação e se, de mente e coração, está em equilíbrio o suficiente. Da parte da pessoa, compreender totalmente o que é a prática e que esta não envolve uma promessa de cura.

Acima de tudo, na prática de Reiki, pretende-se olhar para a pessoa, não para a doença. Assim, cumprimos o que a Mestre Takata indicava – «Para curar com Reiki deve procurar-se a causa e o efeito. Se encontrares a causa da doença e a removeres, então irás eliminar os efeitos».

Na prática de Reiki, vamos então tentar encontrar as questões do nosso ser que possam provocar desarmonia. Na parte médica, vamos confiar no tratamento e realizar tudo aquilo que o médico nos indica.

O Mestre Toyokazu Kazuwa, da Usui Reiki Ryoho Gakkai, indicava que o Reiki «Não está cientificamente provado, ainda, mas as doenças (incluindo as feridas) ocorrem onde as células estão destruídas por alguma razão e a sua energia diminui. Então, se os “curadores espirituais” carregarem essas partes com energia (como recarregas uma bateria), a sua função retoma novamente. A forma de soltar a energia é libertando-te do que vês realmente e posicionares-te no coração da Mãe Natureza, como um bebé. A Mãe Natureza irá aceitar-te e dar-te-á uma forte energia. É importante que te libertes do teu saber e pensamento, logo torna-te simples e entrega-te totalmente à Mãe Natureza».

O conceito oriental é mesmo muito diferente do nosso – a energia, a força do universo e a essência da Terra fazem sentido, então, pedem que haja harmonia e compreensão entre tudo. Por vezes estamos infelizes com a vida porque não comunicamos com ela ou connosco. Trabalha para encontrares a causa do teu mau estar, do teu desequilíbrio. Poderás ler mais sobre Causa e condição, sobre a doença e o tratamento em Reiki – Guia para uma Vida Feliz.

De que forma Reiki pode ajudar uma pessoa com doença oncológica

Cinco princípios

Os cinco princípios irão dar-te a força interior para a aceitação e compreensão deste momento na vida. Eu não gosto de ir para conceitos onde se fala que a pessoa tem cancro por estar triste, é errado aplicar estereótipos. Através dos cinco princípios, compreendemos a situação, fazemos uma reflexão e lançamos o percurso para o futuro. Muitas vezes estamos doentes no corpo mas felizes como pessoas, outras vezes, estamos doentes como pessoas e bem de saúde.

Autotratamento

Realiza o teu autotratamento, talvez insistindo nas partes onde sintas mais byosen, a manifestação do desequilíbrio energético. É possível que algumas reacções surjam com a terapêutica médica, como insensibilidade nos dedos, mais frio mas isso não impedirá de todo a que o Reiki flua para ti. Sempre que possas, coloca também uma mão no cardíaco e a outra no plexo solar, para harmonizar as tuas emoções e restaurar-te o equilíbrio interior. Praticar Joshin Kokyu Ho, irá ajudar-te a revitalizar e renovar a energia e caso seja possível, recebe Reiju do teu Mestre.

Receber tratamento

Se neste momento estás a passar por uma doença oncológica, poderá ser benéfico receberes sessões de Reiki regularmente. Geralmente podes considerar ter tratamentos antes e depois da terapêutica médica. Auxiliará o teu corpo a reagir melhor e a manter os níveis necessários para os tratamento. Já sabes que Reiki não faz “milagres” mas é bem possível que te possa ajudar a sentires-te melhor.

Continuar nas aulas

Continua a ir aos workshops de Reiki, se a tua saúde o permitir. Ajudará estares com os teus colegas, todos poderão também partilhar Reiki contigo e dar-te mais força para esta situação. Esta participação poderá também ajudar-te a sair da rotina e ter outras perspectivas.

Reiki é uma terapia complementar, de carácter energético. Em caso algum se deve deixar medicamentos prescritos ou terapêutica. 

 

Previous

O que fazer depois de terminar o nível 3 de Reiki

Next

Quanto tempo de autotratamento Reiki

2 Comments

  1. Olá João, sinto que quanto mais leio o que me envia, mais consciente fico que nada entendo da filosofia de Reiki, tantos anos depois de ter o 1 nível e não tenho usufruído, nem percebo nada da mensagem, nem dos benefícios do Reiki.Como lamento estar tão longe do Continente..

    Bem haja,
    Sara Chaves

    • Olá Sara, nem penses nisso!!! Tenho a certeza que sentes e praticas os princípios.
      Vai aplicando todos os dias, estar no momento presente, ter mais calma na vida, confiar em ti mesma, agradecer pela vida, viver em verdade e ser bondosa. Passo a passo, pois não é algo de muito fácil.
      Tudo de bom,
      João

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén