Se não usares os símbolos de Reiki o que pode acontecer?

No nível 2 e nível 3 são transmitidos os símbolos de Reiki para que se trabalhem determinadas frequências. Não se sabe exactamente quando os símbolos surgiram. Uns dizem que foi logo imediatamente a seguir aos 21 dias de retiro do Mestre Usui, em 1922 outros dizem que só poderia ter sido depois, quando começou a ensinar o seu método de cura natural, o Usui Reiki Ryoho.

Os símbolos de Reiki são como chaves. Temos a energia universal que pode alcançar todas as frequências mas, a mente humana necessita sempre de determinadas chaves para a solução dos seus problemas. Foi por isso que o Mestre Usui colocou os quatro símbolos de Reiki. Como outros mestres posteriores consideraram que ainda mais necessidade havia de darem chaves, modificaram (por exemplo o chokurei, o honshazeshonen e o daikomyo) e inventaram símbolos, fruto de meditações ou inspirações, segundo dizem. Assim surgiram sistemas com dezenas e dezenas de símbolos que como sempre, têm capacidade para curar tudo.

Mas, a grande questão está, se tu és praticante de Reiki, nível 1 ou nível 2, recebes a tua sintonização e não praticas os símbolos, o que será que vai acontecer?

Não praticar os símbolos de Reiki o que acontecerá?

Os símbolos são colocados nas tuas mãos e noutras partes específicas do teu corpo energético. É o que te permitirá trabalhar em concreto com essas frequências. Elas estão em ti mas, se não as praticares, não as sentirás talvez de uma forma tão óbvia. Por outro lado, se alguém for “avaliar” a tua energia, poderá cair na incorreção de considerar que não tens a sintonização desses símbolos.  Então, não vale a pena complicar.

Pratica os símbolos que aprendeste porque eles trazem-te grandes lições de vida. Já sabes que todas as lições vão requerer trabalho e disciplina. Isso não é mau, muito antes pelo contrário, é mesmo muito bom. Se fores persistente na tua prática e escutares o que os símbolos te dizem, crescerás enormemente. Não porque eles o fizeram mas sim porque soubeste escutar com sabedoria e praticar com compaixão.

Uma pequena história sobre os símbolos de Reiki

Como em tudo o que envolve história, acreditou-se durante algum tempo que os símbolos que víamos no Reiki essencial, principalmente o Chokurei e o Daikomyo, tinham sido ensinados pela Mestre Takata, o que não foi de todo real. Os símbolos que a Mestre Takata ensinou foram os que vinham do Mestre Usui e do Mestre Hayashi. Então quem os alterou? Não se sabe bem, nem porquê. Possivelmente por alguma intuição que fizesse sentido para esse Mestre.

Então a história e os símbolos de Reiki ensinam-nos que tudo existe por uma razão e que há um espaço para tudo. Se praticamos o Usui Reiki Ryoho, faz sentido mantermos os símbolos tradicionais. Se alguém quiser criar outros métodos de cura, tem todo o espaço para o fazer, não é preciso colocá-lo no Usui Reiki Ryoho. Acima de tudo temos os princípios e esses são muito diferenciadores. Podemos ter símbolos para tudo, chaves para todas as questões mas, se não soubermos praticar cinco princípios, só por hoje, então poderemos não compreender a totalidade da arte secreta de convidar a felicidade.

Pratica com alegria, experimenta a sabedoria dos símbolos, meditando, aplicando no teu dia-a-dia e vivendo com Reiki.

Já sabes que se não praticares os símbolos, não tem problema mas, não estarás a experimentar tudo o que o método de cura natural Usui tem para te oferecer, para o equilíbrio da tua mente e corpo.

Os símbolos desenhados pela Mestre Takata

Chokurei

Honshazeshonen

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.