Nível 2 - Okuden,  Reiki

Compreender a prática de Reiki no nível 2

Depois da sintonização de nível 2, começamos a nossa prática de Reiki com a observação dos princípios, o autotratamento e as novas técnicas que este nível nos traz. Com a chegada dos símbolos, ficamos com mais ferramentas para trabalhar, mais dúvidas e também um outro impacto quando fazemos o autotratamento. O Chokurei, Seiheki e Honshazeshonen, foram transmitidos pelo Mestre Usui para que possamos desenvolver o potenciar da energia, a harmonização, purificação, tratamento à distância e melhoria de pensamento.

Então, no nível 2, começa por te centrar nos princípios – reflecte de que forma precisas de mudar as tuas questões com os cinco princípios de Reiki. Torna-os cada vez mais presentes na tua vida e aplica-os nas situações mais dolorosas e conflituantes.

O próprio autotratamento Reiki irá trazer-te desafios. As questões emocionais e mentais virão ao de cima mas, nada temas – são mesmo para que as possas tratar. A tua atitude e postura para com as situações, farão toda a diferença entre caminhares em frente, ou parares e resignares-te com a tua condição.

Partilho contigo um testemunho muito interessante de como a R. entendeu as mensagens da energia e soube trabalhar consigo mesma e com o Reiki para se transformar:

Olá João ?

Assim resumidamente, faço um relato desses meus últimos dias.
No primeiro dia fiz o exercício com os 3 símbolos ( sempre a iniciar com o enraizamento e banho seco, chuva de Reiki)… Senti-me bem no final.

Depois durante o dia, já no dia seguinte, estive muito estranha, tinha momentos de choro, seguidos de felicidade extrema, cansaço e depois arrebitava e ficava cheia de energia… uma mistura grande de várias sensações diferentes… leves e menos leves ?

À noite preparei-me para o exercício e interiorizei mais ainda e senti-me mais à vontade com os símbolos. No final fiquei tonta, mas bem!
No terceiro dia, já perfeitamente a tomar consciência que estava a ressacar, não consegui fazer o exercício com os símbolos! Fiz o exercício normal do primeiro nível e não forcei.
No quarto dia, voltei a fazer o exercício com os três símbolos ( eu sei que devia ter avançado para só um símbolo, mas senti necessidade de fazer desta forma! Foi maravilhoso, senti uma espécie de ‘resgate’ de mim mesma e fiquei com uma deliciosa sensação de paz e bastante desperta, mas com a sensação de estar a um ritmo muito mais lento do que aquilo que me rodeava, no meu ritmo ?
Ontem foi a vez de fazer só com o primeiro símbolo e foi maravilhoso ( e os dias já se passam com muito leveza).
Hoje comecei o dia a cantar e bastante desafinada ( que não é nada meu) ?? por mais que me concentrasse no tom certo, não conseguia ! Até a música ganhou um novo tom, o meu ??
Hoje foi o dia do segundo símbolo. Confesso que tive uma vontade enorme de repetir o exercício com o primeiro símbolo porque adorei a sensação… mas qd estava a fazer a meditação, visualizei o símbolo 2 e não contrariei … Sinto-me muito bem e estou muito contente por estar a vivenciar o Reiki desta forma!
Mais uma vez obrigada João, pela tua orientação de mestre!
Tive momentos complicados, como referi acima, mas lembrei-me imediatamente, das tuas referências e orientações, e soube actuar!
A transformação do nível 2 acontece quando te predispões a ela. Não quer dizer que tenha que ser logo tudo de uma vez ou de um dia para o outro. Pode ser ao longo do tempo e com serenidade. Quanto mais te escutas e compreendes a energia que te traz harmonia e vida mais tudo se transforma, promovendo equilíbrio e felicidade. Sempre com cinco princípios.

Sou Designer, Mestre, Terapeuta de Reiki, Presidente da Associação Portuguesa de Reiki e fundador da Ser - Cooperativa de Solidariedade Social Autor dos livros «Reiki Guia para uma Vida Feliz», «O Grande Livro do Reiki», «Reiki Usui», entre muitos outros. Fundador da revista "Budismo, uma resposta ao sofrimento". Acima de tudo quero partilhar contigo o porquê de Reiki ser a «Arte Secreta de Convidar a Felicidade».

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.