Reiki

A teoria e a prática no Reiki

Aos seis anos iniciamos um tempo de aprendizagem que nos pode levar até 20 ou mais anos de percurso. Quando terminamos esse percurso, cremos que sabemos algo mas muitas vezes a vida mostra-nos que pouco sabemos. Na prática de Reiki, muitas vezes acontece-nos o mesmo. Podemos alcançar todo o percurso passados dois anos e meio mas, chegando ao fim, muitas vezes parece-nos que ainda estamos apenas no princípio.

Esta é uma sensação muito natural pois além da teoria e da prática, Reiki tem uma aplicação muito profunda em todos os campos da nossa vida. Acima de tudo, o Usui Reiki Ryoho pede-nos uma mudança de comportamento e esta é uma viagem que nos leva pela tomada de consciência e cura da nossa própria vida.

Se encararmos a prática como algo que apenas nos serve um dia e tudo fica aprendido então muito nos pode estar a escapar. Nada como fazer o paralelo com o nosso percurso de aprendizagem de anos e anos. Assim, por muito que gostes de logo passar à prática e muitas vezes com o objectivo de tratar os outros, lembra-te que apesar de as técnicas serem simples, em primeiro lugar deves experimentar em ti. Conhecendo as tuas questões, conseguirás compreender as questões dos outros. Tendo um sentido profundo do que cada símbolo faz e de que forma trabalha no corpo, nos chakras, nas situações, terás ferramentas muito valiosas para trabalhar com os outros mas, em primeiro lugar, experimenta em ti. Assim, levando um caminho de experiência pessoal, estarás mais confiante. Principalmente porque irás ver que o que se pratica com os princípios tem uma explicação muito clara no tratamento a outros e na capacidade de levar a eles um estado de paz, harmonia e felicidade.

Dicas para a teoria e prática de Reiki

Partilho contigo algumas dicas. Claro que são apenas perspectivas, modifica-as da melhor forma possível para a tua forma de trabalhar e ser:

  1. Recita e vivencia os cinco princípios diariamente – compreende de que forma eles te podem transformar; Quais as virtudes ainda a alcançar; Quais os padrões a corrigir;
  2. Realiza o autotratamento – Tenta fazer os 21 dias, será um compromisso importante. Após os 21 dias, vai realizando o autotratamento com regularidade para te equilibrares. Poderás também fazer tratamentos locais. Integra a prática na tua vida;
  3. Estuda e aplica as técnicas – Observa as 21 técnicas. Aplica-as nas tuas questões pessoais. Observa a importância da desintoxicação; do fortalecimento da energia; da compreensão das sensações;
  4. Desenha e diz corretamente os símbolos – Apesar dos símbolos poderem ser visualizados, será importante os desenhar corretamente assim como dizer os seus mantras ou jumon. Aplica-os para potenciar, harmonizar, tratar de questões mentais, iluminar. Experimenta tratar as causas das tuas questões com o Reiki à distância;
  5. Pratica nos outros – Ao longo do tempo, vai praticando nos teus familiares; Passa aos amigos mais próximo; Desenvolve o espírito voluntário.

Vai fazendo uma auto-avaliação da tua prática. Observa como a tua vida tem mudado e comunica sempre com o teu Mestre as questões que tens e de que forma podes mudar o percurso de vida. Auxilia também a tua escola, mantém-te activo na prática e na vivência. Participa na escola, no trabalho, na família, partilha Reiki em tudo na tua vida.

Quanto mais praticamos mais vemos que há a aprender e isso traz uma grande alegria de vida.

Designer, Mestre, Terapeuta de Reiki, Presidente da Associação Portuguesa de Reiki e fundador da Ser - Cooperativa de Solidariedade Social. Autor dos livros «Reiki Guia para uma Vida Feliz», «O Grande Livro do Reiki», «Reiki Usui», entre muitos outros. Fundador da revista "Budismo, uma resposta ao sofrimento". Acima de tudo quero partilhar contigo o porquê de Reiki ser a «Arte Secreta de Convidar a Felicidade».

Um comentário

  • Elisabete

    Estou a terminar o ano com 21 dias de autotratamento reiki (que por acaso terminam a 2 de janeiro :).
    Termino o ano com uma limpeza profunda para começar bem o ano novo. Não gosto de esperar pelo 1º dia do ano para começar a fazer coisas porque acabo, ou por não as fazer ou por adiá-las, e o único momento que temos é o agora e a necessidade é hoje e não daqui a poucas semanas.
    Desta forma fico mais receptiva para receber as novas energias que descem no princípio do ano. Mas naturalmente que a prática consistente é que nos leva à auto consciencialização e à liberdade em nós mesmos, com os 5 princípios, como o João relembra sempre e muito bem. É aqui ao Tao do Reiki que venho buscar as orientações de que preciso para a minha prática de Reiki que iniciei em 2001.

    Eternamente grata.
    Um Natal Muito Feliz e um 2016 repleto de concretizações e muita paz!
    Um Abraço,
    Elisabete

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.