Não te preocupes, uma perspetiva tradicional do Reiki

A preocupação, a confiança, o poder pessoal, são aspectos tão importantes para uma vida feliz e equilibrada que se tornaram o segundo dos cinco princípios de Reiki. No conceito japonês, o segundo princípio significa «não te preocupes» e é o Mestre Toyokazu Kazuwa, presidente da Usui Reiki Ryoho Gakkai, quem nos fala um pouco sobre a preocupação e confiança.

Não te preocupes

É dito que os humanos são animais cujos sentimentos e todo o tipo de emoções aparecem instantaneamente. Especialmente, quando estás preocupado, o teu coração contrai-se, os movimentos abrandam e a energia das células do corpo reduzem. Como resultado, frequentemente não consegues fazer o teu trabalho.

Também, se tiveres demasiado medo de doenças ou te preocupares desnecessariamente, não poderás viver saudavelmente. O significado da frase «Não te preocupes» inclui demasiado trabalho e pensamento, noutras palavras, pensamentos agonizantes em relação ao passado, presente e futuro. Na nossa associação, as coisas como planear para o trabalho, planear para a vida, pensar sobre benefício ou lucro, são chamadas de «considerações». Especialmente, pensar sobre a doença é considerado como muito prejudicial.

Em primeiro lugar, existimos graças a bênção da mãe natureza e a nossa mente é incontrolável por si mesma. É importante tentar o nosso melhor para viver longa e saudavelmente para sempre mas não podemos controlar o por vezes termos doenças. Mesmo se pensares como «Eu desejo ser salvo» ou «Eu espero ficar melhor» e «Eu gostava de poder ter salvado» ou «Eu desejo poder consertar». Tu apenas tens de esperar pelo teu destino, no fim de contas.

Acima de tudo, preocupações e medos parecem ser um desperdício de pensamentos. Enquanto tiveres medo e te preocupares com doenças, nunca irás melhorar. Medo tem um poder chamativo e a preocupação, tem um poder repulsivo. Se chamares, as coisas virão. Por isso, é melhor não te preocupares.

Podes conhecer a palavra «kiyu» (杞憂). Esta palavra tem origem numa história. Uma pessoa que vivia na china, chamada «Ki» preocupava-se muito. Um dia, pensou que o céu ia cair e preocupou-se sobre isso, sem comer nem dormir. Um amigo disse-lhe que o céu não cairia porque era feito de ar. Então ele deixou de se preocupar. Outro dia, ele começou a dizer que a terra iria colapsar. O amigo chamou-o à razão ao dizer que a terra é infinita e eventualmente ele parou de se preocupar. Que «preocupado» ele era! Deste exemplo, a palavra «kiyu» é usada quando nada aconteceu mesmo que te tenhas preocupado. Existem muitas pessoas que preocupam-se demasiado ou desnecessariamente, no mundo, como nesta história.

 

As preocupações usualmente privam-te da paz de espírito, julgamento sensível e entendimento claro. Sob essa situação, tu hesitas fazer algo que normalmente costumas fazer. O princípio «não te preocupes» ensina-nos a tentar e evitar preocupar, através do controle e do treino.

Categorias de Artigos
Recebe a newsletter

Newsletter

Comments
All comments.
Comments

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.