Estudo científico sobre os efeitos físicos das práticas tradicionais de cura

Estudo científico sobre os efeitos físicos das práticas tradicionais de cura

O Prof. Luis Matos irá realizar um estudo na FEUP sobre os efeitos físicos do envio de Reiki, observando as propriedades vibratórias da água. Este é um estudo que requer voluntários, de nível 2 ou 3, que estejam em Portugal Continental ou Ilhas. As inscrições de voluntários devem ser feitas para o email info@montekurama.org com as seguintes informações:
Nome:
Email:
Data de Nascimento:
Nacionalidade:
Morada:
Localidade de onde enviará o Reiki para o estudo:

O candidato compromete-se, em verdade, que as indicações que dá são verdadeiras e que se compromete à realização das práticas nas datas e horários propostos.
Desta forma teremos mais um trabalho sobre Reiki, feito em ambiente académico, ao qual Luis Matos está de parabéns pela força, sabedoria e coragem por avançar. Resta-nos apoiá-lo, praticando o quarto princípio – só por hoje, trabalho honestamente. E com muita gratidão.

Entidades cooperantes

Screenshot_4


Objetivo do estudo

Verificar e medir os possíveis efeitos físicos das práticas tradicionais de cura “não locais”, nas propriedades vibratórias da água.

Calendário e duração

O estudo decorrerá em Setembro de 2015, durante duas semanas (quatro dias por semana).

1ª Semana: de 8 a 11 de Setembro.

2ª Semana: de 22 a 25 de Setembro.

Como participar: primeiros passos

  1. Os praticantes interessados em participar neste estudo deverão estar devidamente qualificados e familiarizados com as técnicas de cura à distância.
  2. Para salvaguardar questões de confidencialidade foi criado um formulário para registo dos participantes, ao qual apenas a Associação Portuguesa de Reiki tem acesso.
  3. Para preencher o formulário deve enviar uma mensagem para info@montekurama.org, manifestando o seu interesse no estudo e solicitando o link.

Como participar nas experiências

Primeira semana: de 8 a 11 de Setembro.

  1. Em cada dia foi estabelecida uma “janela” de envio de Reiki/intenção. Essa “janela” ou horário é das 13h às 14h.
  2. Antes do horário de envio de Reiki/intenção, todos os participantes devem observar uma fotografia do local onde se encontrará visível o receptor, bem como a descrição do local (laboratório… piso… do edifício… localizado na FEUP, Porto, Portugal). A foto, que será diferente em cada dia do estudo, pode ser vista em: https://docs.google.com/presentation/d/1RP2LSQIUfI2cPr7sb0yfX1a85rsDriB-A9o4xarVuag/edit?usp=sharing
  3. O receptor será a água destilada contida em frascos similares aos seguintes.
    Screenshot_5
  4. Os frascos com o receptor serão marcados com uma letra que poderá ser A, B ou C. Cada letra terá um índice numérico de 1 a 10 (num total de 10 frascos com a água receptora).
  5. Os frascos serão posicionados numa bancada de forma aleatória e similar à imagem seguinte.
    Screenshot_6
  6. Apenas nos frascos com a letra visível estará a água receptora. Os restantes frascos não serão alvo do envio de Reiki/intenção.
  7. Cada participante enviará Reiki durante o tempo que sentir adequado (a duração deverá ser registada no formulário), no horário das 13h às 14h, com a seguinte intenção:

“Alterar o estado vibratório das moléculas de água contidas nos frascos com a letra… que se encontram no laboratório…”

Segunda semana: de 22 a 25 de Setembro.

O procedimento é o mesmo, porém as fotografias reportam-se aos dias da semana anterior, ou seja, por exemplo, no dia 22 de Setembro cada participante visualizará uma fotografia do dia 15 de Setembro e assim sucessivamente.

Cada participante enviará Reiki durante o tempo que sentir adequado, no horário das 13h às 14h, com a seguinte intenção que tem em consideração o dia:

“Alterar o estado vibratório das moléculas de água contidas nos frascos com a letra… que se encontram no laboratório… no dia…”

Análise e comunicação dos resultados

As propriedades vibratórias da água serão avaliadas por espectrometria de Raman e os resultados serão comunicados a todos os participantes no final do estudo.

Grato! Luís Matos

1 thought on “Estudo científico sobre os efeitos físicos das práticas tradicionais de cura”

  1. Ângela Vêscovi

    Nossa que TUDO esta experiência. Vou estar aí a partir do dia 17/09…se fosse depois iria me candidatar. Farei contato assim que chegar. Sucesso neste estudo que vai corroborar para que cada vez seja reconhecida as Práticas Interativas!!!

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.