O Tao do Reiki

Descobrir, Desenvolver e Crescer com Reiki

O Chakra Semente do Coração

O chakra Semente do Coração é considerado um chakra «secundário» e faz parte da família do Chakra Cardíaco. Situa-se na linha do esterno, abaixo do chakra cardíaco e tem também uma coloração cor-de-rosa ou esverdeada.

Pela sua proximidade com o plexo solar e servindo de ponte com o cardíaco, o Semente do Coração traz-nos a lembrança que a alma tem da razão de vida. Ajuda-nos a manifestar o nosso potencial na Terra, equilibrando o poder e força de vontade do plexo solar com o amor incondicional e serenidade do cardíaco. Por vezes, sentem-se dores nessa zona, não tanto no plexo solar, nem no cardíaco, mesmo naquele ponto terminal do esterno, que nos lembra a dor da alma. É o chakra onde podemos sentir um estado depressivo, pelas emoções que acumulamos, pelos sentimentos esquecidos, pela nossa alma estar triste. É também um local muito propício para tratarmos as situações de apego.

Se, além do Reiki, usas cristais, poderás trabalhar com a Danburite, a Tugtupite ou a Calcite. Ou como alternativa, verificando as situações a trabalhar, usa o cristal que sentires que melhor se adapta à questão a ser curada.

Podes encontrar mais sobre este chakra em O Grande Livro do Reiki e também no Curso de Chakras e Anatomia Energética II.

Previous

Reiki na deficiência – como fazer Reiki

Next

O Grande Livro do Reiki em Segunda Edição

2 Comments

  1. Volney Lemos Vasques

    Caro Amigo João!
    O ponto em referência – na explanação – não é a atividade da glândula do Timo?
    As situações em que precisamos atenuar desconfortos no limite referenciado, temos direcionado o atendimento para a glândula do Timo e, afirmamos, alcançamos a finalidade.
    Abraços respeitosos!
    Volney Lemos Vasques

    • Olá Volney, exacto é isso mesmo. Se queremos considerar como tratamento as glândulas, podemos considerar o Timo para essa situação.

      tudo de bom,
      João

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén