Terapia Reiki e a confidencialidade

No âmbito de uma sessão de Terapia Reiki existe também o conceito de confidencialidade e ética entre terapeuta e receptor. Esta noção de confidencialidade e ética não é algo que surge unicamente com uma perspectiva profissional mas que está também implícia nos nossos cinco princípios, segundo os quais devemos reger toda a atitude de um praticante.

Desde o início ao final da sessão de Reiki, deve estar muito claro que o que é dito e passado na sessão fica entre terapeuta e receptor, que a situação não será ultrapassada fora dos limites da ética e que toda a privacidade da pessoa terá o devido respeito. Acredita que este tipo de esclarecimento poderá auxiliar muitas pessoas a sentirem-se mais confortáveis. Ao trabalharmos com a energia, estamos a trabalhar de uma forma integral e holística, observamos a pessoa transversalmente e trabalhamos para que o seu bem-estar chegue à causa das questões e não só ao alívio dos efeitos e sintomas. Assim, no nosso trabalho energético, podemos entender situações bastante sensíveis da pessoa.

A atitude de um terapeuta não é a de um adivinho, de alguém que faz futurologia, antes pelo contrário, é a de quem com humildade e sabedoria identifica uma situação e a trabalha com sensibilidade. Muitas vezes a energia não nos dá uma resposta directa mas sim indirecta por isso temos que saber fazer as perguntas correctas ao nosso receptor e não o induzir em determinada situação ou indicar algo que ele tenha, quando podemos até nem ter competências para tal. A barreira é muito simples e identifica-se com o respeito e a aplicação dos 4º e 5º princípios de Reiki.

Algo que te poderá ajudar em todo este processo é o uso de uma ficha de paciente. A ficha de paciente é uma responsabilidade das Associações de Reiki (poderão encontrar a ficha de paciente na Associação Portuguesa de Reiki), das escolas e Mestres de Reiki. Cada terapeuta poderá, naturalmente, desenvolver e adaptar a sua própria. Esta ficha irá ajudar-te a avaliar e registar as situações e guardar um histórico sobre a pessoa. O que considerares confidencial, avalia se realmente queres registar ou não.

Acima de tudo, Reiki é sempre uma prática de amor incondicional e o mesmo nos ensina o dever do respeito, compaixão e bondade pela pessoa e por todos os intervenientes.

alinhamento de chakras

Author: João Magalhães

Sou Designer, Mestre, Terapeuta de Reiki, Mestre de Karuna, Presidente da Associação Portuguesa de Reiki e co-fundador do CENIF. Autor dos livros «Reiki Guia para uma Vida Feliz», «O Grande Livro do Reiki» e «Reiki – Elevação da Consciência». Professor de Meditação Terapêutica Integral. Acima de tudo quero partilhar contigo o porquê de Reiki ser a «Arte Secreta de Convidar a Felicidade».

Share This Post On

Deixe um comentário