O Daikomyo na prática – alguns exemplos práticos

Na sintonização Reiki, o Daikomyo entra pelo nosso chakra da Coroa e marca a entrada da luz que o Reiki nos traz e serve de receptor para essa frequência energética. O Daikomyo traz-nos a ligação com a Grande Luz Brilhante do Universo, com a nossa sabedoria interior e com a verdade. Sendo um símbolo com um carácter mais espiritual, ou seja, que está ligado à energia da nossa essência, o Daikomyo pode ter um papel muito importante no nosso trabalho de desenvolvimento pessoal.

Um praticante de Reiki pode levar até mais de um ano para chegar ao Shinpiden, onde aprenderá a trabalhar com o Daikomyo. Claro que dependendo dos Mestres poderão todos os níveis serem dados num mês mas a capacidade de entendimento do que é Reiki, a filosofia de vida que nos transforma e a energia estarão muito longe de ser entendidas e praticadas num mês. Por isso, tem calma na tua progressão e compreende cada passo que estás a dar. Chegar ao nível 3 é trabalhar o nosso interior, em primeiro lugar e se há coisas que ainda não estão bem resolvidas com os outros níveis, elas surgirão para que as resolvas.

O Daikomyo, a Grande Luz Brilhante, pode ter inúmeras aplicações e coloco algumas aqui que podem ser muito práticas para o teu dia-a-dia.

Começar e terminar o dia com Daikomyo

Começa o teu dia a desenhar o Daikomyo e coloca a intenção para que ele te traga sabedoria, iluminação ou o que entenderes de melhor para ti nesse dia. Assim sendo, a frequência do Daikomyo irá atrair a tua atenção e guiar a tua própria energia para o que queiras cumprir. No final do dia, volta a desenhar o símbolo em agradecimento por todas as lições que adquiriste. Se quiseres, faz um diário deste teu trabalho.

Utilização do símbolo em conjunto com os de nível 2

Sempre que queiras usar os quatro símbolos, começa sempre do último para o primeiro, ou seja, Daikomyo, etc… até ao Chokurei.

Purificação de objectos

Além de poderes fazer o Jakikira-joka-ho, ou o Seiheki, podes também usar o Daikomyo para purificar um objecto, para tal, desenha-o e depois desenha o Chokurei.

Ao fazer uma sessão de Reiki

No início de um autotratamento ou tratamento a outros, podes desenhar o Daikomyo para que Reiki te guie da melhor forma na compreensão das tuas questões e na forma como as podes tratar. Quando terminares, volta a desenhar o símbolo em agradecimento.

Meditação

Ao realizares uma meditação, mesmo sem ser de Reiki, podes desenhar o Daikomyo, visualizando-o a cobrir-te totalmente com a sua luz. O símbolo pode servir para te proteger, assim como para te colocar em maior sintonia com a energia da meditação.

Se durante uma meditação tiveste alguma visão interior e a desejas compreender melhor, podes desenhar o Daikomyo, imaginando que te cobre de luz e depois visualiza a situação que te consegues lembrar. Adiciona o Honshazeshonen, o Seiheki e o Chokurei e com todos os símbolos a vibrar, recomeça a meditação.

Daikomyo para outras situações

Usa o símbolo para o que sentires que deves fazer, é a tua ligação com essa frequência que é o mais importante. Deixo-te mais alguns exemplos para experimentares:

  • Quando precisas de encontrar respostas para as tuas questões;
  • Para iluminação;
  • Purificação de toda a tua energia;
  • Tranquilidade;
  • Tomada de decisões;
  • Ligação à Energia, à Fonte mais pura;
  • Em agradecimento;

symbol_Dai-Ko-Mio_guide

8 thoughts on “O Daikomyo na prática – alguns exemplos práticos”

  1. Maria Valentina Rodrigues

    Bom dia João! Tenho uma duvida que talvez possa esclarecer-me, qual a diferença a nível energético ou a sua aplicação do símbolo Daikomio /Usui e o tibetano?Tenho o nível 3,Usui, mas ” sai “sempre o tibetano nas sessões que faço…se tiver alguma informação que me ajude …desde já agradeço.! Seja Feliz !!!!ou…maaaaaaais ainda!

    1. Olá Maria, não te preocupes, usa sempre o símbolo que sentires, isso sim é que é muito importante!!!!
      Sentem-se algumas diferenças na energia mas não se pode dizer que um é melhor que o outro 😀
      Por isso, segue sempre o que sentires!!!

  2. Eu fiz o 3° nível de Reiki..quer dizer que em vez de usar os 3 símbolos do nível 2, para ativar a energia com o cho-ku-rei, começar o equilíbrio desenhando o sei-he-ki, posso somente usar o dai-ko-mio ?

    1. Olá João
      Na minha perspetiva cada símbolo tem um valor único por si, então precisamos sentir a intenção e a necessidade para o qual o vamos usar. Em alguns casos, poderás usar simplesmente o Daikomyo, noutras situações poderá ter que haver uma combinação de símbolos. Sem dúvida que sentirás aquilo que a energia te pede para cada um dos casos.
      Tudo de bom!

  3. Eu tenho o 3º nivel de reiki , e gostava de perceber uma coisa: em vez de usar o cho-ku-rei depois o sei-he-ki , poderei somente usar o dai-ko-mio , uma vez que este representa os 3 primeiros simbolos do 2º nivel ?

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.