O Tao do Reiki

Descobrir, Desenvolver e Crescer com Reiki

Nembutsu – a prática de mindfulness na recitação de buda

Nembutsu (ou nianfo) é a recitação em meditação do nome de Buda. É uma prática do Budismo da Terra Pura e serve para o despertar espiritual e alcance do estado desperto (buda). Este artigo é uma partilha da visão oriental que serve de reflexão às práticas de repetição ou meditação para a atenção plena.

Terra Pura relaciona-se com três aspectos – a purificação deste mundo onde vivemos, através das boas práticas e elevação da consciência (jobukkokudo); A Terra Pura que existe na mente de cada um (jojakkodo);  A Terra Pura da próxima vida (raisejodo). Este último conceito refere-se à Terra Pura eventualmente alcançada após a vida(s).

No Nembutso, a repetição do nome de Buda Amida auxilia o praticante a atingir o seu estado desperto. Em chinês diz-se Namo Amituofó 南無阿彌陀佛 e em Japonês Namu Amida Butsu 南無阿弥陀仏. Esta recitação é como uma entrega à compaixão de Buda Amida. Amida representa a luz e vida imensurável.

No pressuposto que Shakyamuni se tornou um buda, então qualquer ser humano pode tornar-se um buda e que em si tem uma natureza de buda, segundo a tradição Mahayana, então todos somos iguais. Buda e um pedinte, Buda e um académico, Buda e um ladrão. A única diferença é o grau da compreensão da verdade. Shakyamuni atingiu a sabedoria máxima através da sua prática e é esse o percurso que cada um de nós vai fazendo, à sua forma, no seu caminho e tempo. É por isso que o budismo é considerado também como humanista, pois tem uma abordagem de igualdade na obtenção do estado de buda (desperto).

Segundo Shakyamuni, a Paz duradoura no mundo e na pessoa será alcançada quando cada ser se libertar da ignorância e do apego, que são os causadores do sofrimento. Podemos relembrar as palavras de buda quando dizia que “não há luta entre o bem e o mal mas sim entre a sabedoria e a ignorância”. São muitos os caminhos para lá chegarmos, cabe a cada um sentir qual o que lhe faz mais sentido.

O nembutsu pode ser recitado de três formas. Uma em qualquer altura do dia e a isso chama-se Jinjo Gyogi. Outra num lugar, data e hora pre-determinados, chamado Betsuji Nembutsu e o terceiro, chamado Rinju Gyogi que é entoado no momento de falecimento do crente como boas vindas à Terra Pura (Jodo).

Namu Amida Butsu

Namu Amida Butsu

Como recitar o Nembutsu

Antes do Nembutsu deve primeiro colocar-se as mãos em gassho, pois é um acto de respeito no budismo. Pode ser realizado de pé ou sentado. Um juzu (mala) pode estar a envolver as mãos e a recitação não deve ser nem demasiado alta nem demasiado baixa ou sem energia. O nosso acto deve ser consciente e não meramente mecânico.

Recitação Junen

Namu Amida Butsu (em japonês) é recitado dez vezes. No sutra Muryoju-Kyo, sutra da vida imensurável, está escrito que quem recitar o nembutsu dez vez será salvo. Namu Amida Butsu é recitado oito vezes num único fôlego, sem recitar o “tsu”. Depois faz-se uma inspiração profunda e recita-se totalmente “Namu Amida Butsu”, o que perfaz nove vezes. O décimo nembutsu é cantado com o “tsu”, quase silencioso.

Recitação Nembutsu Ichie

Pode ser recitado quantas vezes se queira, o tempo que se queira.

Recitação Sanshorai

“Naam Ami Daau” é recitado três vezes, muito lentamente, finalizado com uma flexão muito profunda. É repetido numa série de três vezes.

南無 阿彌陀佛 Namo Amitabha

南無 阿彌陀佛 Namo Amitabha. A representação da suástica é um símbolo oriental que representa a luz, iluminação.

Os budistas da Terra Pura dizem que se experimenta uma profunda paz nesta recitação, principalmente quando se abandona o ego, pela reflexão da nossa própria ignorância, fazendo-nos elevar à compaixão do Amida Buda. O Nembutsu pratica-se conscientemente para o alcance da sabedoria.

 

Previous

Meditação Terapêutica – Quem Eu Sou?

Next

Tratar a raiva com Reiki um outro olhar para o ódio e a raiva em nós

1 Comment

  1. Filipa Gonçalves

    Obrigada Joao

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén