O Tao do Reiki

Descobrir, Desenvolver e Crescer com Reiki

Karuna e o desenvolvimento de uma terapia harmoniosa

Karuna é um dos ramos do Reiki que faz todo o sentido a quem procure desenvolver em si a compaixão e técnicas concretas para o caminho terapêutico a nível emocional, mental, espiritual e físico.

Num dos workshops práticos das turmas de Karuna, nível 1, estivemos a desenvolver a prática do que se chama “cirurgia psíquica”. Na verdade esta técnica devia antes ter o nome de cirurgia energética pois tudo se passa no campo da energia. É uma cirurgia pois envolve a remoção de algo – uma dor física, uma emoção, uma memória. Não concretamente dessa situação mas sim da energia que a gera e que dela faz reflexo. No meu caso, uma das praticantes tinha que remover uma dor no músculo trapézio e foi isso que aconteceu, apenas a trabalhar com a energia.

O mais maravilhoso neste exercício foi também constatar que todo o grupo agia em harmonia, cada um com o seu par, verificando a questão energética, removendo e tratando.

Esta é uma prática muito interior – havendo tanta energia em movimento e tão diferente, souberam manter a harmonia do espaço e de todos.

Por isso, este artigo é também uma homenagem a estes praticantes que souberam trabalhar em uníssono com a energia e uns com os outros, souberam trabalhar com Reiki e Karuna, com Amor e Compaixão.

karuna cenif joao magalhaes

Karuna e o desenvolvimento de uma terapia harmoniosa

Karuna, sendo uma continuação paralela do Reiki, deve ter uma abordagem semelhante – em primeiro lugar a transformação acontece em nós e depois nos outros. A prática da compaixão, através de meditações como Karuna Metta e as meditações com os símbolos, permite-nos conhecer as questões que ainda temos a tratar, assim como leva-nos a lidar com elas com uma outra perspectiva – a compassiva. A compaixão leva-nos à acção directa para o bemm de todos, incluindo nós mesmos, mantendo os valores e princípios base da humanidade. A compaixão leva-nos a criar emoções positivas e a sustentar os nossos sentimentos.

Nessa premissa, desenvolvemos um sentido de harmonia que nos acompanha além da prática a nós mesmos – a terapia aos outros. No processo terapêutico, no caminho da cura, a compaixão do Karuna e as ferramentas desta prática, permitem-nos lidar com as situações emocionais, mentais e energéticas profundas. Karuna não substitui o Reiki, complementa-o. Ser terapeuta, é saber cuidar com alegria, amor e compaixão.

Previous

Retiro da Consciência e Cura – Fafe, Outubro 2014

Next

Os sistemas de Reiki e as suas diferenças

1 Comment

  1. Solinho

    Obrigada por nos Encaminhares 😀

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén