Ensino e Cursos,  Reiki

Aceitar ou não alunos na aprendizagem de Reiki

Assim como “Reiki está disponível para quem o procura“, segundo as palavras da Mestre Takata, também partimos do pressuposto que um Mestre pode ensinar a qualquer pessoa que se dirija a ele. É uma verdade mas poderá ter algumas nuances…

Ao longo dos anos, fui aprendendo várias lições na prática de Reiki e no que isto envolve com a sensibilidade emocional de cada um e da responsabilidade no ensino. Fui então compreendendo algumas situações que partilho convosco.

O livre arbítrio

Cada aluno é livre de escolher o Mestre que quer, cada Mestre é livre de ensinar quem entender. Nesta acção/reacção devemos ter em atenção as sensibilidades de cada pessoa. Há sempre histórias por detrás de histórias e apesar de a responsabilidade pelas escolhas dos outros não ser nossa, muitas vezes o Mestre arca com as consequências. Então, seguindo os princípios e desejando um coração pleno de compaixão, muitas vezes opta-se pela recusa. São lições de vida, muitas vezes dolorosas mas que acabam por nos ensinar um caminho que nos traz leveza.

As escolhas de aceitar ou não alunos na aprendizagem de Reiki

Alunos de alunos

Não aceito alunos de alunos meus. A excepção está quando o Mestre formado por mim dá essa autorização e quando é para fazer um tipo de curso que esse Mestre não dá. O respeito entre Mestres é importante e o carinho que tenho por quem ensinei também.

Alunos de Coordenadores

Não aceito alunos de coordenadores da Associação Portuguesa de Reiki. Esta norma é muito simples e já livrou o CENIF Amadora e Guimarães de situações bem complicadas. A decisão prende-se pelas responsabilidades que eu e a Sílvia temos perante a Associação, que nada têm a ver com a nossa escola, no entanto, optamos moralmente por esta escolha o que nos permite evitar situações desagradáveis e conflitos desnecessários. Os núcleos não dão cursos de Reiki mas os seus coordenadores sim e nada melhor que evitar constrangimentos e “competitividades”. É uma sábia decisão.

Alunos de escolas nas imediações

Também não aceitamos alunos de escolas perto das nossas instalações ou de determinados Mestres na região. Não precisamos fazer “concorrência” e é uma atitude sábia.

Intenção incorrecta para com o Reiki

Não aceitamos pessoas que revelem uma intenção desvirtuada sobre a aplicação do Reiki e o que pretendem fazer com ela.

Os desafios que nos trazem os alunos

Cada aluno é uma essência e traz sempre uma enorme lição de sabedoria para cada Mestre, é por isso que o Reiki é um acto maravilhoso de crescimento em cada momento. Apoiar nas questões, auxiliar no desenvolvimento pessoal, auxiliar no processo de cura, são algumas das nossas tarefas e essas, feitas dentro dos cinco princípios e com alegria.

Há ainda situações que nos trazem desafios gigantes mas que nos permitem crescer muito. No meu caso, tive pessoas com algumas situações emocionais bastante desafiantes que me mostraram se seria capaz de levar compaixão e aceitar o seu caminho, em paralelo com o meu. Fiquei contente com essa minha aceitação e com o resultado. O caminho é percorrido por cada um individualmente mas, a intenção com que é dado o ensino traz-nos sabedoria.

Por tudo isto, ensinar é algo de extraordinário e fantástico. Cada aluno é um praticante único e que exige dedicação e amor incondicional. Não aceitar um aluno por vezes nada tem a ver com ele mas sim com questões sociais que nos podem evitar bastantes “dores de costas e cabeça”. Reiki é simples.

Kanji para Sensei - 先生 - Neste caso representa a sabedoria que alcançaremos no final de vida, não um título por completar um curso.
Kanji para Sensei – 先生 – Neste caso representa a sabedoria que alcançaremos no final de vida, não um título por completar um curso.

Sou Designer, Mestre, Terapeuta de Reiki, Presidente da Associação Portuguesa de Reiki e fundador da Ser - Cooperativa de Solidariedade Social Autor dos livros «Reiki Guia para uma Vida Feliz», «O Grande Livro do Reiki», «Reiki Usui», entre muitos outros. Fundador da revista "Budismo, uma resposta ao sofrimento". Acima de tudo quero partilhar contigo o porquê de Reiki ser a «Arte Secreta de Convidar a Felicidade».

Um comentário

  • Cidália Abreu

    Ao fim de quase 40 anos de Ensino eu também digo que “ensinar é algo de extraordinário e fantástico”, seja que matéria for, acrescento eu. O texto que acabo de ler é mais uma “lição de sabedoria”, sabedoria essa que o João já me habituou e que eu admiro em todos os seres que a têm. Grata João por te teres cruzado o meu caminho.

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.