Reiki

Outras perspectivas do Daikomyo – Shikin Haramitsu Daikomyo

No Shinpiden é-nos apresentado o Daikomyo (大光明) – o quarto símbolo de Reiki, que representa a grande luz brilhante. Segundo Hiroshi Doi, este símbolo servia como lembrança para o grande objectivo da vida – atingir a iluminação, a elevação da consciência. O que de início era uma chamada ao caminho, tornou-se uma ferramenta presente para os praticantes de de nível 3 nas suas várias práticas.

O Daikomyo – 大光明

Daikomyo, a grande luz brilhante, é um termo carregado de simbolismo para o budismo e xintoismo. Traz-nos a referência a Dainichi Nyorai e ao caminho que temos de trilhar para ultrapassar a ignorância que escurece a nossa existência. Daikomyo representa a luz suprema da iluminação, a luz que brilha na nossa essência. Sendo um símbolo tão importante, ele pode ser encontrado em algumas religiões japonesas, além do budismo e xintoismo, como é o caso do Sekai Kyusei Kyo que mais tarde originou o Johrei. No Sekai Kyusei Kyo, têm sempre um Daikomyo ou “pergaminho da luz” para onde se viram em oração.

Esta imagem de 1934 é representada como Dai Komyo Nyorai (Tathagata) – A Grande Luz Brilhante Nyorai

dai komyo nyorai - grande luz nyorai

Assim, no budismo, encontra-se a necessidade de procurar a Grande Luz Brilhante, para que ela ilumine a nossa escuridão interior e exterior.

butsudan

No Reiki, Daikomyo é a grande luz brilhante, é a fonte do Reiki que nos ilumina com a sua pureza e nos ajuda a ser uno com ela, através da elevação da consciência.

Nas artes marciais também encontramos a busca a essa Luz, através do mantra Shikin Haramitsu Daikomyo, recitado no Bujinkan.

Shikin Haramitsu Daikomyo 四拳 波羅蜜 大光明

“Possa a luz no nosso coração trazer consciência da harmonia entendida pelo nosso despertar espiritual e que traga sinceridade, lealdade e fé no que queremos atingir”

O ritual

No início de uma aula de Bujinkan, é realizada um pequeno cerimonial. Este não tem tanto uma conotação religiosa mas sim um momento sagrado de respeito para com a escola, o mestre e todos os participantes, onde se encontra uma oportunidade para atingir a iluminação. Neste ritual, a turma e o instrutor ajoelha-se, na direção do Kamiza, o lugar de honra do dojo. É feita uma genuflexão e ficam durante algum tempo em contemplação, até o instrutor dizer “Shikin Haramitsu Daikomyo”, que é repetido pelos alunos.

Todos batem as mãos duas vezes e curvam-se. O instrutor vira-se para a turma e os alunos mais graduados dizem “Sensei ni rei”. Todos curvam-se perante o sensei e dizem “onegaishimasu” (por favor, instrui-me). A cerimónia é repetida no final da aula, mudando a frase final para  “Domo Arigato Gozaimasu” (muito obrigado).

O significado de: “SHIKEN HARAMITSU DAI-KO-MYO”

copyright ©2002 James Deacon

“Shiken Haramitsu Daikomyo” é um mantra budista de nove sílabas. É (conceptualmente) traduzido como:

“Possa a luz no nosso coração trazer consciência da harmonia entendida pelo nosso despertar espiritual e que traga sinceridade, lealdade e fé no que queremos atingir”

Ou, se preferires:

“A sabedoria dos quatro corações que nos guiam à Iluminação”

[Nota tradução: Os quatro corações representam mente/coração]

Os “quatro corações” (Lit: Quatro Perspectivas) são:

  1. O Coração Misericordioso – expressa amor por todas as coisas
  2. O Coração Sincero – segue o que está certo
  3. O Coração em Sintonia – Segue a ordem natural das coisas
  4. O Coração Dedicado – Mantém-se no caminho escolhido.

Shiken (quatro perspectivas): É a sensação e harmonia percebida pelo sentido da audição e do coração.

Haramitsu (Sanskrito: Paramita): é o Satori do Buda ou um estado permanente de despertar espiritual que trnascende as limitações da vida e da morte.

Daikomyo: É o “Grande Komyo” – a “grande luz brilhante” da iluminação – a luz do teu coração – a radiação de uma Divindade (Buda, Bodisatva, “Vidyaraja”, etc) – A expressão manifesta da Luz da Sabedoria: Os meios pelos quais a iluminação “desce sobre nós”.

Sou Designer, Mestre, Terapeuta de Reiki, Presidente da Associação Portuguesa de Reiki e fundador da Ser - Cooperativa de Solidariedade Social Autor dos livros «Reiki Guia para uma Vida Feliz», «O Grande Livro do Reiki», «Reiki Usui», entre muitos outros. Fundador da revista "Budismo, uma resposta ao sofrimento". Acima de tudo quero partilhar contigo o porquê de Reiki ser a «Arte Secreta de Convidar a Felicidade».

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.