Adormecer no autotratamento de Reiki

Creio que já todos passamos por isso, adormecer no autotratamento de Reiki. Pode ser algo pontual como algo muito constante. Vamos ver as diferenças e se nos devemos penalizar por isso ou não.

Adormecer no autotratamento de Reiki

Reiki traz-nos uma paz imensa, ao nível emocional e mental, assim como harmonia e uma sensação de conforto no nosso corpo.

O autotratamento é uma prática constante para que acabou de receber uma sintonização Reiki. Ao longo de 21 dias o praticante pode fazer em si o tratamento, deixando fluir Reiki nas posições base, chakras e articulações.

O Reiki não tem propriamente as melhoras horas para se fazer, assim como também não tem horas proibidas (vamos esquecer teorias da meia noite, entre outras). Muitos praticantes, encontram como melhor horário para a sua prática, o tempo antes de se deitarem. É uma boa opção – já realizaram todas as suas tarefas; estão mais disponíveis para a prática, assim como relaxados. O “problema” é quando o relaxamento e conforto do Reiki extra do Reiki os leva a adormecer no autotratamento.

Será errado adormecer no autotratamento? Deve-se repetir os 21 dias?

Não é nada errado adormecer no autotratamento de Reiki é até bastante natural e um sinal que a harmonia e o conforto relaxam o praticante.  Se deve ou não repetir os 21 dias de autotratamento, isso é uma questão a ser avaliada com o Mestre, pois cada um tem o seu próprio percurso e forma de ensino.

A meu ver, se o praticante adormece sempre e tal pode acontecer a partir do chakra cardíaco ou plexo solar, pode levar a que ele não tome a consciência do que se passa no resto do seu corpo(s). E se precisa de Reiki nos joelhos?

Muitas vezes, ao adormecer, continua a energia a fluir e não há qualquer problema com isso, alguns praticantes até mudam a posição das mãos, de forma inconsciente.

O meu conselho é que comecem o autotratamento na posição onde pararam, adormeceram. Assim, conseguirão perceber o que se passa nas outras posições.

Como não adormecer no autotratamento de Reiki

Adormecemos quando deixamos a nossa consciência perder-se no repouso. Respiramos mais lentamente, perdemos a concentração, o corpo coloca-se em posição mais relaxada e deixamo-nos embalar ou pela respiração ou pelo fluxo da energia.

Se adormecemos com facilidade na cama, e se não houver impossibilidade, será preferível fazer sentado. Outro truque é o não fazerem Reiki de forma automática, ou seja, com certeza que já aconteceu estarem a conduzir e não se lembrarem bem como chegaram ao lugar onde estão… a vossa mente viajou. Com a prática de Reiki a mesma coisa pode acontecer, a mente faz viagens e tudo o resto está em modo automático – isso ajuda a adormecer, porque não estamos numa atitude de atenção plena.

O truque será fazer como na meditação – o observador atento. Manter a consciência desperta, atenta ao que se está a passar em cada posição mas, sem com isso, interferir no sentir.

As zonas do coração e plexo solar são sempre as mais sensíveis e “carentes” por isso aí a probabilidade de adormecer é maior. Reforcem a atenção e sigam o fluxo de energia, balançando com inspirações mais profundas de ar fresco, pois ajudará a revitalizar a mente.

 

Author: João Magalhães

Sou Designer, Mestre, Terapeuta de Reiki, Mestre de Karuna, Presidente da Associação Portuguesa de Reiki e co-fundador do CENIF. Autor dos livros «Reiki Guia para uma Vida Feliz», «O Grande Livro do Reiki» e «Reiki – Elevação da Consciência». Professor de Meditação Terapêutica Integral. Acima de tudo quero partilhar contigo o porquê de Reiki ser a «Arte Secreta de Convidar a Felicidade».

Share This Post On

Deixe um comentário