Fase II de um estudo sobre Reiki para o controle da dor em pacientes com cancro avançado

Faculdade de Enfermagem e Instituto Internacional de Metodología Qualitativa, Universidade de Alberta, Edmonton, Alberta, Canadá.

Este ensaio comparou dor, qualidade de vida e utilização de analgésicos numa amostra de pacientes com cancro (n=24) que receberam tratamento  standard com opiáceos mais descanso (GrupoA) ou tratamento standard mais Reiki (GrupoB).

O participantes ou descansavam durante 1,5h nos días 1 e 4,  ou recebiam os tratamentos de Reiki (dias 1 e 4) uma hora depois, da primeira dose de analgésico da parte da tarde.

Antes ou depois de cada período de tratamento ou de descanso, utilizou-se a Escala Visual Análoga (EVA) para avaliação dos índices da dor, pressão sanguínea, ritmo cardíaco e respiratório. As doses de analgésicos e os índices de dor da EVA foram registados durante 7 dias.

A qualidade de vida foi avaliada nos dias 1 e 7. Os participantes do Grupo B, obtiveram uma melhoria no controlo da dor nos dias 1 e 4, seguindo o tratamento, em comparação com o grupo A e melhoraram a sua qualidade de vida, mas não reduziram o uso de opiáceos na generalidade.

Investigações futuras determinarão, se o alcance dos benefícios atribuidos ao Reiki neste estudo, possam ser também atribuidos ao contato.

frankfort_il_pain_control_clinic

PMID: 14585550 [PubMed – indexed for MEDLINE]

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.