O Tao do Reiki

Descobrir, Desenvolver e Crescer com Reiki

Sei he ki a origem do segundo símbolo de Reiki

sei-he-kiDiz-se que o uso de símbolos no Reiki veio da necessidade dos alunos sentirem os vários tipos de energia que se trabalha dentro daquilo que é a Energia Universal. Não podemos desvincular o Reiki da tradição oriental e de todas as influências que se imiscuem na prática e filosofia de vida.

O Sei He Ki é o segundo símbolo, ensinado no Okuden, o nível 2 de Reiki. A sua origem é uma adaptação gráfica de Kiriku, uma palavra semente usada no budismo. No Mikkyo, os budistas meditam sobre este símbolo, palavra semente, que representa a compaixão. O Kiriku, Hrih em sanscrito, surgiu no Japão, por volta do século IX e é geralmente representado na forma de escrita Siddham.

hrihKiriku representa o Buda Amida (Buda da luz infinita e vida) e o Bodhisatva Senju Kanzeon (kanon dos mil braços). Ele representa de forma sintética o mantra “Namu Amida Butsu”, que traz paz de espírito, paz de mente.

Na prática de Reiki, não podemos associar o mesmo valor ou aspecto meditativo a um Buda pois o símbolo foi alterado. Os símbolos têm valor próprio por si mesmos e qualquer alteração implica uma diferença na frequência. Um exemplo que temos disso é a escrita do kanji Reiki antes de 1940 e após 1940.

Não existe qualquer indicação para uma prática budista ou vocacionada a um aspecto espiritual ou religioso no Reiki.

A aplicação do símbolo Sei he ki é acompanhada pelo seu jumon, repetido três vezes. Surgem ainda algumas dúvidas se o jumon será realmente Seiheki ou Seiheiki.

O significado de Sei he ki pode ser algo como Sei – Espiritual, Sagrado; Heiki – Calma, postura, despreocupação. Daí o símbolo ser considerado para a harmonia, para aspectos mentais e emocionais tais como ansiedade, depressão, medo, cansaço, desequilíbrio, criação de hábitos positivos, comunicação.

Alguns mestres aconselham a que seja aplicado em conjunto com o Chokurei, o primeiro símbolo de Reiki.

Esta é uma interpretação de Dario Canil, da transição de Kiriku para Seiheki.

Da_Kiliku_a_Sei_Heki_2,2K

Previous

Kaji a conexão com a iluminação

Next

Empreender com Reiki

4 Comments

  1. Angela Vêscovi

    Muito interessante, Sempre tive uma conexão forte com este símbolo sem uma explicação logica ( também não a procurei), mas lendo este artigo faz todo sentido. A grande conexão que tenho com o Buda Amithaba ( do Budismo Tibetano, que é o mesmo Amida e meu Mestre também) e a Kannon também.. O mantra Hrih também é repetido várias vezes no final da recitação do mantra para “selar” a pratica! Possam todos os seres se beneficiarem destes artigos! _/\_

  2. Anderson

    Muito bom artigo! Ajudou bastante a compreensão.

  3. Muito bom! No método do Jikiden a primeira parte do símbolo é diferente, havendo apenas uma parte descendente do lado esquerdo, antes da elipse.

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén