Reiki

Reiki e amor incondicional

Hug1Reiki e amor incondicional é como dizer que o ar é indispensável à vida.

Por vezes é um termo sobejamente empregue mas muito mal praticado, outras é aquilo que realmente nos faz vir ao de cima, ver as nossas questões e o próximo como algo de mais maravilhoso, ao qual incondicionalmente se partilha o melhor que há. Mas, o que será o amor incondicional e de que forma se liga ao Reiki?

Amor Incondicional é muito diferente de amor, de paixão, de cedência ou procura. No amor incondicional não há um “eu dou-te, tu dás-me”, “eu dou-te, porque tu és da forma ou entregas ou que necessito”. Amor Incondicional fala-nos de uma entrega sem necessitar de uma retribuição. É uma das mais belas demonstrações de humanidade que existe. Mas, este amor incondicional é perigoso se não compreendido, ou verdadeiramente praticado. É muito difícil numa relação existir 100% de amor incondicional, é perigoso apenas dizer que se quer dar sem se querer receber, pois tal pode ocultar outras necessidades bastante profundas. Como perceber o equilíbrio e a prática correta do amor incondicional?

Aqui entra o Reiki. Reiki é energia, vital, universal e está disponível para todos, independentemente de credos, raça, idades ou beleza. Mas, Reiki é uma energia passiva – não dá choques eléctricos, não entra na pessoa se ela não o quiser, não traz desequilíbrio à homeostase da pessoa. Nesta passividade, aquele pelo qual o Reiki flui, deve ter uma atitude correta – o amor incondicional.  Ou seja, olhar para quem recebe como sendo apenas um receptor de Reiki, tão importante como se fosse o único ser vivo à face da terra, tão importante como se fosse o próprio praticante de Reiki.

Nesta atitude de amor incondicional, o praticante deve também ser objectivo – Não se deixar influenciar pelas suas memórias e emoções, escutar o que o outro diz atentamente e compassivamente, sem julgamento. O Amor Incondicional no reiki é o que permite que tudo flua pelo melhor. Mesmo uma consulta que é paga pode e é plena de amor incondicional – Reiki precisa disso, senão não é Reiki.

Claro que todo o movimento do “peace and love” e “new age” traz uma dimensão bem diferente ao amor incondicional, por vezes até uma perspectiva bastante errada e que nada tem de incondicional, ou até amor. Temos que saber distinguir as coisas. Reiki e amor incondicional é verdadeiramente deixar fluir a energia que equilibra, sem receios, sem cobranças emocionais. Não necessita de demonstrações como abraços ou obrigados… flui e segue. A água de um ribeiro não pára, senão estagna-se. Reiki e amor incondicional não pára, flui até não ser mais necessário. E o que temos que fazer? Deixar fluir.

Não há momento de humanidade mais belo que praticar uma acção com amor incondicional. Para nós, praticantes, esse amor incondicional começa com o gassho, com os cinco princípios, com o autotratamento.

Designer, Mestre, Terapeuta de Reiki, Presidente da Associação Portuguesa de Reiki e fundador da Ser - Cooperativa de Solidariedade Social. Autor dos livros «Reiki Guia para uma Vida Feliz», «O Grande Livro do Reiki», «Reiki Usui», entre muitos outros. Fundador da revista "Budismo, uma resposta ao sofrimento". Acima de tudo quero partilhar contigo o porquê de Reiki ser a «Arte Secreta de Convidar a Felicidade».

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.