Reiki

Reiki à distância no autotratamento

Reiki à distância - O Tao do ReikiReiki à distância é uma técnica simples mas exigente, aplicada no segundo nível de Reiki – o Okuden. Mas será que Reiki não é enviado para alguma circunstância mesmo só com o primeiro nível?

De certo que sim. Se estamos constantemente em trocas energéticas presenciais e à distância, é bastante provável que o mesmo aconteça com o Reiki, quer representa o amor incondicional. Por isso, o fluxo de energia sempre ocorre. A técnica é apenas ensinada no segundo nível por este ter as ferramentas necessárias para tal, auxiliando a harmonizar e potenciar o tratamento, sempre para o Bem Supremo da pessoa.

Reiki à distância para uma situação

Se precisarmos de enviar Reiki para uma situação que vai acontecer, podemos fazê-lo. Enviar Reiki é o mesmo que projectar pensamentos positivos e construtivos para nós, para todos os envolvidos e para a situação.

  • Fazer o banho seco e enraizar
  • Ligar à fonte, recitar os cinco princípios, colocar a intenção pelo nosso bem supremo e agradecer
  • Desenhamos os símbolos
  • Visualizamos a situação entre as nossas mãos ou apenas na imaginação
  • Deixar fluir energia o tempo que for necessário, enviar símbolos se tal for necessário
  • Ao terminar, agradecer.

Reiki à distância como tratamento localizado para nós

Vamos imaginar que temos uma dor nas costas. Podemos fazer este tratamento à distância localizado, da seguinte forma:

  • Fazer o banho seco e enraizar
  • Ligar à fonte, recitar os cinco princípios, colocar a intenção pelo nosso bem supremo e agradecer
  • Desenhamos os símbolos
  • Visualizamos o problema que temos entre as mãos ou então imaginamos que estamos nas nossas costas a tratar esse problema
  • Deixar fluir energia o tempo que for necessário, enviar símbolos se tal for necessário
  • Ao terminar, agradecer.

Reiki à distância como autotratamento

Podes sempre fazer Reiki à distância, o enkaku chiryo como forma de auto-tratamento. Esta técnica não substitui as posições todas presenciais, pois há uma diferença entre o visualizar e a prática física, entre a ligeira distância do corpo e o contacto. Experimentem e verão se há ou não diferenças.

  • Fazer o banho seco e enraizar
  • Ligar à fonte, recitar os cinco princípios, colocar a intenção pelo nosso bem supremo e agradecer
  • Desenhamos os símbolos para iniciar o tratamento à distância
  • Visualizamos cada uma das posições ou na nossa terceira visão, ou então entre as mãos. É imaginar que estamos mesmo a fazer cada posição
  • Deixar fluir energia o tempo que for necessário, enviar símbolos se tal for necessário
  • Ao terminar, agradecer.

Estas são algumas técnicas possíveis de realizar com o Reiki à distância – o Enkaku Chiryo. No entanto, não se esqueçam, a distância não é a mesma coisa do presencial – o contacto, a percepção, a envolvência, acaba sempre por trazer outros frutos num percurso terapêutico.

Sou Designer, Mestre, Terapeuta de Reiki, Presidente da Associação Portuguesa de Reiki e fundador da Ser - Cooperativa de Solidariedade Social Autor dos livros «Reiki Guia para uma Vida Feliz», «O Grande Livro do Reiki», «Reiki Usui», entre muitos outros. Fundador da revista "Budismo, uma resposta ao sofrimento". Acima de tudo quero partilhar contigo o porquê de Reiki ser a «Arte Secreta de Convidar a Felicidade».

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.