O Tao do Reiki

Descobrir, Desenvolver e Crescer com Reiki

as lições do bambu para praticantes de Reiki

220px-Morihei-Ueshiba

Da alimentação às flautas Shakuhachi, algo temos a aprender com as lições do bambu e o segredo da sobrevivência desta planta. No Reiki, dizemos que temos que ser como um bambu. O que será que realmente esta expressão quer dizer?

“Tudo, mesmo as montanhas, rios, plantas e árvores, devem ser o teu professor.” ~ Morihei Ueshiba

O fundador do Aikido, Morihei Ueshiba, tinha uma perspectiva muito natural sobre o comportamento de uma pessoa – a sua aprendizagem devia seguir a observação da natureza, encontrando a razão de ser do Universo e da Vida, assim como da atitude compassiva e do Amor. Em muito a sua filosofia de vida toca a do Reiki.

As lições do bambu

No TEDxTokyo 2011, Garr Reynolds apresentou “Lessons from the Bamboo”. Uma apresentação muito viva e estimulante para aprendermos as lições do bambu. Estes foram os seus tópicos inspiradores:

  1. Lembra-te – o que parece fraco é forte – não tens que ser grande para ser forte. A força está na luz, na bondade e compaixão.
  2. Curva-te mas não quebres – sê flexivel, compreende os limites, permite fluir com o rio
  3. Profundamente enraizado mas flexível – Nos ventos fortes, o bambu consegue manter-se no mesmo lugar sem se partir. O enraizamento é também importante para sabermos onde pertencemos.
  4. Abranda a mente ocupada – “Não conseguimos ver o nosso reflexo na água corrente. É apenas na água calma que o conseguimos ver” ~ Provérbio Taoista. Mente limpa permite-nos perceber melhor o que temos, sentimos.
  5. Está sempre pronto – “O guerreiro, como o bambu, está sempre pronto para a acção.” ~ Kensho Furuya
  6. Encontra sabedoria no vazio – Estar no vazio não é ser vazio de Ser. É ter uma consciência tranquila, serena e receptiva ao que nos rodeia. Numa tela vazia podemos criar um quadro.
  7. Empenha-te no crescimento e renovação – “Mesmo um bambu de 100 pés consegue progredir mais um” – Provérbio Japonês. Seguindo a sabedoria da natureza, todos temos um período de renovação, todos temos um Inverno. Ao encontrarmos esse Inverno, não podemos baixar os braços. A Primavera surgirá.
  8. Expressa a tua utilidade através da simplicidade – “O bambu e a sua simplicidade expressa utilidade. O homem devia ser igual.” ~ Kensho Furuya
  9. Liberta o teu poder de renovação – “cai sete vezes, levanta-te oito” ~ Morihei Ueshiba

A um praticante de Reiki, estas lições do bambu chamam-nos a atenção para as virtudes e condições que temos em nós que desenvolver. Somente sendo vazios é que podemos veicular Reiki, deixando-o fluir como um rio. Mente limpa e coração predisposto, esse deve ser o nosso estado interior, onde o ego não toma lugar e o coração está disponível incondicionalmente.

bamboo

“Estuda os ensinamentos do pinheiro, do bambu e da flor de cerejeira” ~ Morihei Ueshiba

Há todo um universo ao nosso redor para observar e com ele crescer. Não podemos esquecer que somos feitos da mesma matéria que um pinheiro, um bambu ou um rio. Quanto mais naturais aprendermos a ser, mais naturalmente a nossa vida se encaminhará para a felicidade.

O bambu ensina-nos a flexibilidade, adaptabilidade e resiliência.

Previous

Chujiro Hayashi celebração do nascimento de um grande Mestre de Reiki

Next

Reiki e ciência – como a ciência vê o Reiki

2 Comments

  1. André Tavares

    Não seria o caminho do Budo por acaso?

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén