Reiki nos hospitais, um trabalho de todos

Reiki nos hospitais ou, de uma forma mais extensiva, acreditado e disponível nos cuidados de saúde, não está muito longe da realidade em Portugal. Este artigo brasileiro identifica os claros exemplos do que se tem passado no nosso país irmão além de outros exemplos internacionais onde o Reiki nos hospitais é uma realidade. Isto vem a acontecer, pelo esforço que se tem vindo a fazer para a credibilização desta filosofia de vida e terapia complementar. Trabalhos como a tese de doutoramento de Ricardo Monezi e muitos outros, reconhecidos em Portugal com o Prémio Hayashi. O esclarecimento cada vez mais próximo das regiões e instituições. O voluntariado e atitude profissionais por parte dos terapeutas. No entanto, há muito ainda a fazer pois tem que haver uma clara responsabilidade em cada praticante, Mestre e Terapeuta.

Quando houver a consciência que quando alguém pede ou paga por Reiki apenas este é aplicado, então estaremos num caminho mais simples de seguir.  Muitos se têm aproveitado da crescente popularidade deste método para colocarem “terapeuta de Reiki” quando na verdade escolhem outros caminhos na terapia, muitas vezes no desconhecimento de quem os procura. Isso, não só é prejudicial para quem está a receber, pois não está devidamente informado nem consentiu outro tipo de terapia, como também para a própria imagem do Reiki que acaba por ser interpretada por uma outra coisa. No Reiki costumamos dizer que devemos deixar fluir mas isto não é um apanágio à irresponsabilidade, é antes dizer que estamos prontos para o trabalho a realizar e que nos entregamos aos cinco princípios da nossa filosofia de vida. Assim, se queremos Reiki nos hospitais, ou ao serviço de todos, cada vez mais credibilizado devemos então praticar e servir Reiki.

Houve um período, muito recente, em que poucos sabiam do que se tratava o Reiki, suas origens e métodos. No mês de abril deste ano (2013), a Revista Saúde, da editora abril, dedicou algumas de suas páginas a evidenciar a atuação do Reiki no corpo e no psicológico das pessoas que se propõem a este tratamento energético, reconhecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) desde 1983 como terapia integrativa e complementar em saúde humana, assim como, desde de 3 de maio de 2006, com a Portaria Nº 971, que aprovou a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares no Sistema Único de Saúde, o Reiki e outras práticas estão ganhando espaço no território brasileiro.

Em Brasília, por exemplo, o Hospital de Base, principal hospital do Distrito Federal, realiza atendimento de Reiki com a autorização da Secretaria de Saúde nas várias áreas e pacientes do hospital, através do Serviço Auxiliar de Voluntários (SAV).

Em São Paulo, temos o Hospital Albert Einsten, que adota, além do Reiki, a Terapia Floral, grupos de meditação para os pacientes, yoga e acupuntura. Segundo informações do próprio hospital publicadas na imprensa de São Paulo, o Reiki é oferecido, especialmente, a pacientes com câncer. Em matéria publicada no jornal Folha de S. Paulo o cirurgião Paulo de Tarso Lima, responsável pela área de medicina integrativa, diz à jornalista Cláudia Collucci “que as técnicas são adotadas mediante evidências científicas de que funcionam e de que não prejudicam a terapia convencional”.

Em Fortaleza, o Hospital Gonzaga Mota, regularizado pelo SUS, adota o Reiki como uma de suas práticas integrativas. E a lista não pára de crescer. Em Recife, o Núcleo de Apoio à Criança com Câncer (NACC), já realiza trabalhos com Reiki há vários anos.

Segundo dados do Ministério da Saúde, o SUS faz em média 385 mil procedimentos de acupuntura e mais de 300 mil de homeopatia por ano. “A medicina integrativa já é uma realidade efetiva em todo o país, e conta com lei federal, portaria  regulamentadora do Ministério da Saúde – ainda que sob denominação diferenciada – e diversas leis estaduais e municipais”, aponta  o doutor em ioga Cláudio Duarte, que é membro da Unesco e consultor especializado em qualidade de vida em vários países.

Apesar de ainda haver relutância por parte de muitos médicos convencionais, a prática integrativa tem respaldo científico. O número de estudos sobre o tema cresceu 33% em cinco anos, de acordo com o banco de dados de publicações médicas Pubmed. Só em 2011 foram 514 artigos divulgados. Os cursos sobre o tema também têm aumentado: só nos Estados Unidos são mais de 3.800 cursos na área.

Aqui no Brasil, a Liga de Medicina Integrativa da Unicamp oferece desde 2010 a disciplina de medicina integrativa para alunos de graduação da Faculdade de Ciências Médicas. E o hospital Albert Einstein de São Paulo oferece o curso de pós-graduação latu senso em medicina integrativa, atendendo cerca de 40 alunos por ano e realizando várias pesquisas na área.

Além dos trabalhos desenvolvidos no Brasil, há aqueles hospitais em outros países que já reconhecem e evidenciam os efeitos na vida e na saúde de seus pacientes. 

Reiki nos Hospitais

Estados Unidos

  • Northern Westchester Hospital, N York (NY) – pacientes em geral
  • St.John’s Riverside Hospital,Yonkers, N York – pacientes em geral
  • Memorial Sloan Kettering Cancer Center – N York – pacientes em geral
  • Sammuels Center for Comprehensive Care – St. Lukes-Roosevelt Center – New York
  • Morgan Stanley Children’s Hospital of New-York Presbyterian: oncologia infantil
  • Columbia University Presbyterian Medical Center, New York: Tratamentos Reiki a pacientes indicados pelo
    centro cirúrgico (Columbia Integrative Medicine Program), pacientes de cirurgia cardiotoráxica e funcionários.
  • Program for Children with Cancer – Columbia, New York– Oncologia
  • New York University Medical Center, N York – Tratamentos reiki para crianças com câncer ou desordens do sangue (também cuidados posteriores), ambulatório pediátrico, esclerose múltipla, mulheres com incapacidades.
  • St. Mary’s Hospital, Amsterdam, New York : Iniciações Reiki
  • New York University Medical Center, N York – Tratamentos reiki para crianças com câncer ou desordens do sangue (também cuidados posteriores), ambulatório pediátrico, esclerose múltipla, mulheres com incapacidades.
  • Maitri Adult Day Health Care, Yonkers, N York – pacientes em geral
  • Suny Downstate – Brooklyn, N York – pacientes em geral
  • Coney Island Hospital, Brooklyn, N York – pacientes em geral
  • St Peters Health Care, Albany, N York – pacientes em geral
  • Crouse Hospital, Syracuse, N York – pacientes em geral
  • Body Mind Center, Thompson Health – Canandaigua, N York – pacientes em geral
  • Clifton Springs Hospital – C Springs, N York – pacientes em geral
  • Cooper University Hospital-Cooper Cancer Institute, Voorhees, New Jersey (NJ) – oncologia
  • Englewood Hospital and Medical Center, Englewood, New Jersey : pacientes em geral
  • Mountainside Hospital, Montclair, New Jersey – pacientes em geral
  • Center for Hope Hospice, Scotch Plains, N Jersey – pacientes em geral
  • Central State Medical Center, Freehold, N Jersey – pacientes em geral
  • Morristown Memorial Hospital, Carol Simon Cancer Center, N Jersey – pacientes em geral
  • The Cleveland Clinic, Cleveland, Ohio (OH) – oncologia, cardio, funcionários/pacientes no geral
  • Metrohealth Medical Center, Cleveland, Ohio – pacientes em geral
  • Foundation Center for Integrative Medidcine, Lyndhurst, Ohio – pacientes em geral
  • Portsmouth Regional Hospital – pacientes em geral
  • Mercy Hospital – Portland – pacientes em geral
  • Baystate Franklin Medical Center – Greenfield, Massachusetts (MA) – pacientes em geral
  • VNA and Hospice of Cooley Dickinson – Northhanpton, Massachusetts – pacientes em geral
  • Beverley Hospital – Lifestyle Mang. Inst.- Danvers, Massachusetts – pacientes em geral
  • Brigham and Women’s Hospital, Boston, Massachusetts : oncologia, pré e pós-cirúrgico, -familiares e pacientes, iniciações para funcionários (manual escrito pelas enfermeiras), estudo
  • Massachusetts General Hospital, Boston, Massachusetts : grade curricular do corpo de enfermagem, tratamentos para funcionários e pacientes de terapias complementares.
  • Harvard University, Boston/Cambridge, Massachusetts: (Harvard Medical School -Massachusetts Institute of Technology): Tratamentos no centro de câncer de Harvard, fucnionários dos serviços de saúde da universidade, (Reiki mencionado como a melhor prática por uma das companhias de seguro saúde que trabalha com a universidade).
  • Lowell General Hospital, Lowell, Massachusetts – oncologia
  • Children’s Hospital Boston, Boston, Massachusetts – pacientes em geral
  • Dana Farber Cancer Institute, Boston, Massachusetts – pacientes em geral
  • Spauling Rehabilitation Hospital Network, Medford, Massachusetts – pacientes em geral
  • Yale New Haven Children’s Hospital, New Haven, Massachussetts – pacientes em geral
  • Johns Hopkins Hospital, Baltimore, Maryland (MD): Terapias complementares na grade curricular do corpo de enfermagem
  • Carroll Hospital Center, Westminster, Maryland :saúde complementar – pacientes em geral
  • Memorial Hospital, Easton, Maryland – pacientes em geral
  • Frederick Memorial Healthcare, Maryland – pacientes em geral
  • Hartford Hospital, Connecticut (CT) : pacientes em geral
  • Yale-New Haven Hospital, New Haven, Connecticut:Reiki para famílias e UTI cardíaca, pacientes da cardiologia e da oncologia (acompanhamento – tratamentos posteriores)
  • Middlesex Hospital, Middletown, Connecticut – pacientes em geral
  • Stamford Hospital, Stamford, Connecticut : pacientes em geral
  • Windham Hospital, Willimantic, Connecticut : pacientes em geral
  • Norwalk Hospital Whittingham Cancer Ctr, Connecticut – pacientes em geral
  • Concord Hospital, New Hampshire (NH) : tratamentos reiki para pacientes terminais
  • St. Joseph Hospital, Nashua, New Hampshire – oncologia
  • Wentworth Douglass Hospital, Dover, New Hampshire – pacientes em geral
  • Portsmouth Regional Hospital, New Hampshire – pacientes em geral
  • Gifford Medical Center – Randolph, Vermont (VT) – pacientes em geral
  • Mt.Ascutney Hospital – Windsor, Vermont – pacientes em geral
  • Southwestern Health Care – Bennington, Vermont – pacientes em geral
  • Inova Fairfax Hospital, Cancer Program – Falls Church, Virginia (VA) – pacientes em geral
  • Washington Hospital Center, Washington DC (WA) – oncologia
  • Center for Integrative Medicine at G.Washington University Hospital- D.C. – pacientes em geral
  • Evergreen Hospice Services, Kirkland, Washington – pacientes em geral
  • Multicare Good Samaritan Home Health, Tacoma, Washington – pacientes em geral
  • York Hospital, York, Maine : pré, pós operatório e durante processo cirúrgico
  • California Pacific Medical Center (CA) – pacientes em geral
  • Saint Agnes Medical Center, Fresno, California : pacientes em geral
  • South San Diego Veterinary Hospital, San Diego, California : reiki para animais
  • Citrus Valley Medical Center, Covina, California – pacientes em geral
  • Sharp Memorial Hospital, San Diego, California – pacientes em geral
  • Hearst Cancer Resource Center, San Luis Obispo, California – pacientes em geral
  • St.Joseph’s Medical Center, Stockton, California – pacientes em geral
  • Duke Integrative Medicine – Durham – North Carolina (NC) – pacientes em geral
  • Frances Warde Health Service, Rosman, North Carolina – pacientes em geral
  • Heartland Hospice, Sugar Hill, Georgia (GA) – pacientes em geral
  • Allegheny General Hospital, Pittsburg, Pennsylvania (PA) – pacientes em geral
  • Banner Heart Hospital, Mesa, Arizona (AZ) – pacientes em geral
  • St.Andrew’s Children’s Clinic – Nogales, Arizona – pacientes em geral
  • Universisty Medical Center Corp., Tucson, Arizona – pacientes em geral
  • Tucson Hospital Center, Tucson, Arizona – pacientes em geral
  • Arizona State Veteran Home, Phoenix, Arizona – pacientes em geral
  • Henry Ford Macomb Hospitals, Clinton Township, Michigan (MI) – pacientes em geral
  • Reproductive Medical Assoicates – Troy, Michigan – pacientes em geral
  • St John’s Hospital Healing Center – Grosse Pointe Woods, Michigan – pacientes em geral
  • Abott Northwestern, Minneapolis (MN) – pacientes em geral
  • Edward Hospital Cancer Center – Naperville, Illinois (IL) – pacientes em geral
  • Hawaii Pacific Health-Wilcox Memorial Hospital, Lihue, Hawaï : pacientes em geral

Inglaterra

  • University College London Hospitals – stress, desordens de humor, oncologia, endometriose-Southampton University Hospitals : oncologia
  • Aintree University Hospitals, Liverpool : assistência a idosos
  • Wallace Cancer Care – Addenbrooke’s Hosp-Cambridge University Hospitals : oncologia
  • South Tees Hospitals, Middlesbrough : oncologia
  • Prince’s Found. for Integrated Health (HRH Prince Charles’s foundation) : terapia complementar
  • Breast Cancer Care (charity) : terapia complementar – oncologia
  • Newham University Hospital, London : projeto de Reiki para funcionários e pacientes
  • Coventry Community Drug Team – pacientes em geral
  • St.Giles Hospice, North Lichfield – pacientes em geral

Canadá

  • University Health Network-Princess Margaret Hospital, Toronto e Ontario : oncologia (pacientes e familiares) – terapias complementares
  • Université de Moncton, Nouveau-Brunswick : Iniciações de Reiki no curriculum
  • Tilsonburg District Memorial, Ontario – pacientes em geral

Austrália

  • Sir Charles Gairdner Hospital, Nedlands, Western Australia : oncologia
  • Western Australia’s Department of Health, Bunbury: programa de saúde para maiores de 55
  • St Patrick’s Care Centre, Fremantle, West Australia : recuperação de alcoolatras e drogados
  • Queensland’s Health : relaxamento para funcionários do Central Highlands Health Services

Alemanha

  • CGG Klinik (Centrum für ganzheitliche Gynäkologie), Mannheim: Reiki para controle de dor e tratamentos oncológicos
  • St. Augustinus Krankenhaus, Düren : pacientes em geral
  • DRK Krankenhaus Lichtenstein (Red-Cross), Lichtenstein : pacientes em geral (fisioterapia)

Suíça

  • Groupe mutuel’s Insurances (Seguros): Pagamento de Tratamentos de Reiki (cond.especiais)
  • SWICA Insurance (Seguros): Pagamento de Tratamentos de Reiki (saúde preventiva)
  • Supra Insurance (Seguros): Pagamento de Tratamentos de Reiki (cond.especiais)
  • ASCA (foundação para o reconhecimento e desenvolvimento de terapias alternativas e complementares) :certificação oficial para terapeutas Reiki
  • RME (registro de medicinas empíricas) : certificação oficial para terapeutas Reiki

South Africa 

  •  Constantiaberg Medi-Clinic, Plumstead – pacientes em geral

Egito

  • Center Prof.Hisham Hussein Imam, MD, Cairo – pacientes em geral

Portugal

  • Hospital de São João – Porto

Fonte: Reiki em Portugal

5 thoughts on “Reiki nos hospitais, um trabalho de todos”

  1. Cidália Abreu

    È tão bom ver esta longa lista do REIKI pelo Mundo!
    Portugal vai fazendo o seu caminho…há cerca de um mês vi-me a fazer Reiki a um cão idoso que tinha sido atropelado e que no dia seguinte acabei por levar ao Hospital Veterinário da UTAD (Vila Real)às perguntas do Dr Veterinário comecei por responder que era Reikiana (foi a 1ªvez que o disse) e que tinha feito REIKI ao animal… de imediato o Veterinário me perguntou “e ele sentiu-se bem?”, aqui foi a dona do cão que respondeu “ele ficou muito melhor”. Fiquei grata porque aliviei a dor daquele ser e porque o Reiki era conhecido por aquele profissional de saúde.

  2. Excelente artigo com informação preciosa!!
    O caminho é longo mas com a tua dedicação, maestria e orientação, torna-se leve e fácil (como o Reiki).
    Muito Grata Mestre! 🙂

  3. rosa_mariacarvalho@hotmail.com

    Que maravilha o Reiki ser reconhecido como tratamento efetivo em pacientes em estados terminais e dolorosos,o Reiki alem de aliviar, equilibra e restaura pontos energeticos devolvendo a saúde psicológica ao paciente o que ajuda e muito em sua recuperação total,sou reikiana e estou a disposição a ajudar esses pacientes.

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.