Imperador Meiji

Poemas do Imperador Meiji – Remédios

Imperador Meiji

Qual o melhor remédio para o nosso mal? Mais uma reflexão com o Imperador Meiji, neste quarto dia de caminho no Tao do Reiki.

Como iniciar estas meditações com os poemas do Imperador Meiji

Está no aqui e agora, liga-te à fonte para que estes cinco minutos de reflexão sejam vividos em plenitude. Ao vibrares por dentro, emanarás para o exterior. É assim que transformamos o que nos rodeia, começando por nós. Se quiseres, coloca as mãos em cima das pernas, com as palmas viradas para cima, ou então em posição Gassho. Esvazia a mente dos pensamentos, não serão necessários agora. Recita interiormente o poema ou então declama-o em voz alta, o que te fizer mais sentido.

Poema 14 – Remédios

Em vez de comprar
Uma grande quantidade de remédios
É bem melhor
Cuidar do próprio corpo

Reflexão

Quando estamos doentes devemos procurar a cura. Quer seja indo ao médico nas suas várias especialidades, complementando com outras terapias ou procurando medicinas alternativas. “Primum non nocere” – Primeiro não faças mal. Esta deve ser a nossa primeira atitude quando ainda estamos plenos de saúde. Cuidar de nós, não nos prejudicar, em todos os sentidos, em todos os corpos. Tal podemos alcançar com a prática de Reiki. O auto-tratamento, a elevação da consciência, a renovação e manutenção do Ki. Devemos ir ao médico regularmente, procurar os hábitos de vida saudável e mudar o que há a mudar. Se o fizermos no tempo de saúde, não precisaremos de comprar tantos “remédios”. Neste poema também podemos encontrar um sentido interior. Ao invés de se procurar tantas pílulas milagrosas, tantas respostas, olhar um pouco mais para dentro. Fazer crescer o interior. Isto é cuidar de nós, é o “Só por hoje, trabalho honestamente”.

Onde estudar mais os poemas do Imperador Meiji

Estes poemas encontram-se descritos e interpretados no livro Reiki como Filosofia de Vida, de Johnny De’ Carli, Editora Dinalivro. Podem ler como estudar esse livro, aqui…

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.