Os chakras e o autotratamento Reiki

No início do Usui Reiki Ryoho não havia algo como os chakras, para representar o corpo energético. Essa era uma perspectiva hindu. Naqueles tempos, talvez se considerassem mais os tanden – o seika, naka e kami tanden. Desde a proliferação do Reiki no ocidente, usa-se o esquema de chakras para compreender e interpretar a energia – faz todo o sentido. Então, podemos integrar algumas dicas interessantes sobre os chakras para nos trabalharmos melhor, com o autotratamento.

Os chakras e o autotratamento Reiki

Aumentar a energia interna

Poderás perder energia por algum chakra em particular, isso dependerá de qual a tua “fraqueza do momento”, que se reflecte sempre num chakra. Tenta sentir em que parte do teu corpo tu perder energia. Se te sentes sem energia, verifica como está o teu chakra esplénico, rins e chakra raiz.

Poderás ainda querer fazer o teu autotratamento começando no chakra raiz e subir até ao chakra da coroa, ou seja, no sentido inverso, para que a energia se acumule e suba.

Como verificar se os chakras estão equilibrados

O byosen é a técnica que no Reiki nos permite ter percepções sobre a energia, compreendendo a irradiação da doença, caso haja nesse local. Outra técnica que te pode ajudar a aumentar a percepção é o Reiji-ho. Então, podes passar as mãos em cada chakra e sentir como estão, assim como deixar lá as mãos para que sejam equilibrados. É importante que faças várias experiências para que percebas como sentes melhor. Além de que cada corpo – mental, emocional, físico e espiritual – poderá ter necessidades diferentes.

Começa pelo chakra da coroa e depois vai descendo até ao raiz. Usa as duas mãos e verifica as distâncias entre as mãos e o corpo, para que compreendas de que forma sentes a energia. Sempre que sintas muito calor, formigueiro, piquinhos, significa que o local necessita de energia. Trata o tempo que for necessário e quando deixares de ter percepções nas mãos, o chakra estará equilibrado.

Os pares de chakras

Os chakras funcionam também em pares:

  1. Coroa e raiz
  2. Terceira Visão e esplénico
  3. Plexo solar e laríngeo
  4. cardíaco

Sempre que sentires uma impressão diferente numa das mãos, significa que esse chakra ainda não está equilibrado. Podes tratá-lo, apenas deixando as mãos na sua posição corrente.

PWCH7C01

Harmonizar os chakras

Existe uma técnica muito simples para harmonizares os teus chakras:

  1. Liga-te à energia e coloca as duas mãos no chakra cardíaco;
  2. Quando estiveres pronto, deixas uma das mãos no chakra cardíaco e a outra passa para o chakra da coroa;
  3. Pelo menos de dois em dois minutos ou quando sentires que é altura de mudar, passa para o chakra seguinte – terceira visão; cardíaco; plexo solar; esplénico; raiz.

Desta forma estás a equilibrar cada um dos chakras com a energia do amor incondicional.

Poderás ler com maior pormenor o trabalho que podes fazer com os chakras no livro Reiki Guia para uma Vida Feliz.

Autor: João Magalhães

Sou Designer, Mestre, Terapeuta de Reiki, Mestre de Karuna, Presidente da Associação Portuguesa de Reiki e co-fundador do CENIF. Autor dos livros «Reiki Guia para uma Vida Feliz», «O Grande Livro do Reiki» e «Reiki - Elevação da Consciência». Professor de Meditação Terapêutica Integral. Acima de tudo quero partilhar contigo o porquê de Reiki ser a «Arte Secreta de Convidar a Felicidade».

Partilhar

2 Comentários

  1. Olá.

    Gostaria de saber se na harmonização dos chacras uma das mãos permanecem sempre no chacra da coroa, enquanto a outra vai descendo sobre os outros.

    Obrigado.

    Responder
    • Olá Mário, poderá depender da técnica. Há quem o faça assim, ou então tendo sempre uma mão no chakra cardíaco, que é o chakra central no Reiki. Podes também fazer os pares que é 7+1 / 6+2 / 5+3 / 4
      Tudo de bom
      João

      Responder

Deixe um comentário