A crise de cura no Reiki – Koten Hanno

Diarreia, choro ou sonolência podem ser alguns dos fatores da crise de cura após uma sintonização ou sessão de Reiki. O que será isto da crise de cura?

Ter uma postura desmistificadora só pode trazer resoluções mais positivas. Esclarecer a mente e meio caminho andado para a aceitação de coração.

Qual acham que será a reacção do vosso corpo se comerem muita carne, beberem vinho, fumarem, tomarem muito café e de seguida forem receber uma grande sessão de Reiki?

Conseguem imaginar a reacção. Nada tem a ver com mistificações ou energias estranhas. Vamos imaginar que o corpo reage com uma diarreia – isso é muito natural. Quanto mais o corpo se encontra entoxicado mais as reacções ditas crise de cura se revelam.

Pensem na homeostasia. O nosso corpo, os nossos corpos, são um ecosistema que tem que estar em equilíbrio – sempre. O seu desequilíbrio leva à autodestruição e falência de todo o sistema. Assim, o corpo irá reagir para que seja mantido o balanço. Um exemplo muito comum e automático neste processo é – ao arrefecer, os nossos pelos são eriçados e temos vontade de esfregar os braços, por exemplo.

O Reiki é uma energia que trabalha em toda a nossa dimensão física, emocional, mental e espiritual, com o objectivo de atingirmos o equilíbrio e bem-estar. Após a sintonização  alguns alunos têm reacções de “Koten Hanno”, a crise de cura, um estado que o nosso corpo encontra para reencontrar o equilíbrio. Eis alguns sintomas:

  • Sonolência, vómito, diarreia, sensação febril, sensação de desatenção (ou “cabeça aérea”), irritação, necessidade de retiro, alergias, menos necessidade de dormir, entre outros…

Estes são os sintomas de limpeza do que está a mais em nós. Estas reacções podem ou não acontecer após uma sintonização (ou mesmo sessão de Reiki) e devem ser acompanhadas. Na própria altura da sintonização pode haver reacções emocionais como choro, alegria, sensação de leveza, sensações nas mãos e em todo o alinhamento energético da pessoa.

A crise de cura – reacção de Herxheimer

Crise de cura

Pensam que a crise de cura é apenas invenção das terapias holiticas ou de qualquer movimento new age – desenganem-se.

A um processo de desintoxicação ou recuperação de uma doença infecciosa dá-se o nome de reacção Jarisch-Herxheimer. Também conhecida como a “reacção de Herxheimer”, esta reacção ocorre quando o corpo tenta eliminar as toxinas, a uma taxa mais rápida do que eles podem ser descartados. Esta reacção é caracterizada por um aumento temporário dos sintomas durante o processo de limpeza ou de desintoxicação, que pode ser suave ou severo. Podem sentir-se piores e concluir que o tratamento não está a resultar. Os sintomas geralmente passam entre 1 a 3 dias, mas em raras ocasiões, pode durar várias semanas.

Koten Hanno, a crise de cura e como ultrapassá-la

Em primeiro lugar devemos compreender que não é a energia Reiki que nos causa estes sintomas mas sim que nos desperta ao que devemos resolver para equilíbrio em todos os corpos. Por exemplo, diarreias, febre, vómitos, são reacções típicas de desintoxicação, vejamos que o nosso corpo faz isso muitas vezes quando comemos demais ou algo que esteja estragado. O choro é um alívio emocional e o retirar ou a desatenção é uma forma que temos de nos chamar a atenção que está na altura de nos virar para nós por um momento. O Reiki ensina-nos a tratar de nós próprios antes de tratamos dos outros – “Se eu não cuidar de mim, que irá cuidar?”. A crise da cura é então um auxiliar ao nosso bem-estar e uma chamada de atenção que devemos dar ouvidos aos sinais do nosso corpo, do nosso íntimo. Temos algumas técnicas que nos auxiliam a ultrapassar mais rapidamente e a perceber melhor o que devemos tratar. Em primeiro lugar temos os cinco princípios de Reiki que o Mestre Mikao Usui dizia que devíamos praticar de manhã e à noite:

Só por Hoje,
Sou Calmo,
Confio,
Sou Grato,
Trabalho Honestamente,
Sou Bondoso.

  Estes princípios vão auxiliar-nos a tomar consciência de nós próprios, percebendo como cada princípio em nós ressoa, compreendemos o que devemos mudar. Estamos sempre preocupados? Zangados? Somos gratos? Em segundo lugar, podemos praticar um pouco de meditação ou práticas de respiração que nos auxiliam a aumentar a nossa energia interior, o Ki. Em terceiro lugar, sem dúvida que devemos continuar no auto-tratamento. Este irá auxiliar-nos a ganhar mais força interior e serenidade, auxiliando-nos a ultrapassar as nossas questões. Devemos sempre ser gratos por este momento, esta oportunidade em que comunicamos com nós próprios para o nosso bem-estar. Contactem o vosso Mestre de Reiki para que possa auxiliar a compreender melhor as vossas questões e como lidar com elas.

Outros conselhos para uma melhor limpeza

Podem auxiliar nesse processo de limpeza, tendo um outro cuidado com o vosso corpo. Por exemplo, ingerindo mais água, reduzindo a cafeína e as carnes vermelhas. Reservem algum tempo para vocês, meditem, caminhem, façam exercício, cuidem de vocês.

Autor: João Magalhães

Sou Designer, Mestre, Terapeuta de Reiki, Mestre de Karuna, Presidente da Associação Portuguesa de Reiki e co-fundador do CENIF. Autor dos livros «Reiki Guia para uma Vida Feliz», «O Grande Livro do Reiki» e «Reiki - Elevação da Consciência». Professor de Meditação Terapêutica Integral. Acima de tudo quero partilhar contigo o porquê de Reiki ser a «Arte Secreta de Convidar a Felicidade».

Partilhar

1 Comment

  1. Grata, e como não podia deixar de ser, muito oportuno este esclarecimento
    Maria de Fátima

    Responder

Deixe um comentário